Faça do SOS Guarujá seu informativo a qualquer hora. Assuntos locais e de interesse geral.

Faça do SOS Guarujá seu informativo a qualquer hora. Assuntos locais e de interesse geral.
Atualizamos o blog várias vezes todos os dias para que você tenha a informação em cima da hora.Colabore mandando eventos, matéria,denúncias,textos...tudo que possa interessar à comunidade do Guarujá.

CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO GUARUJÁ ATACADO E VAREJO

CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO GUARUJÁ ATACADO E VAREJO
CLIQUE E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUINIS DO BRASIL

terça-feira, 31 de março de 2009

Nenke comprova popularidade e chega ao quinto mandato como vereador


Ele, que já foi vice-prefeito de Guarujá, foi o quarto mais votado nas últimas eleições municipais, conquistando 2.803 votos

 

 Marinaldo Nenke Simões é um dos polítcos mais respeitados pelo eleitor de Guarujá. Não é a toa, que aos 55 anos já traz na bagagem cinco mandatos como vereador e um de vice-prefeito.


Nas últimas eleições municipais se destacou como o quarto eleito mais votado, com 2.803 votos, pelo Partido Democratas (DEM).

 

A história de Nenke tem início na Cachoeira, em Guarujá, onde nasceu e se criou. Depois que deixou a Sabesp, em 1976, onde era funcionário, ele comprou um comércio,no bairro, e passou a se dedicar àquela comunidade.

Era o único do lugar que tinha carro, por isso era o primeiro a ser chamado para ‘apagar os incêndios’. Nenke lembra que a Cachoeira era muito carente. Não entrava ônibus, porque a estrada que dava acesso ao local era intransitável.

 A situação piorava quando chovia. “Não tínhamos posto de saúde, funerária, não havia nada.

 É o bairro mais antigo de Guarujá e, ainda hoje, é o mais esquecido”, critica, lembrando que na época, o prefeito era Jaime Daige.

“Ele sempre dizia que a Cachoeira ão existia, mas foi seu governo que construiu a primeira escola no bairro, a José Bonifácio de Andrade e Silva, o Patriarca da Independência, que tinha casa e morou na Cachoeira”, recorda o vereador.

 Hoje, a mesma escola, leva o nome do professor Jacinto do Amaral Narducci.

Durante muito tempo, como cidadão, o atual vereador levou muitas alegrias para a comunidade. Foi ele quem começou a realizar as quermesses na Vila Zilda, hoje um evento já tradicinal na Cidade.

Querido por todos no bairro, não demorou para que o povo o incentivasse a lutar por uma cadeira na Câmara, por entender que o bairro precisa ter um líder.


O convite veio do ex-prefeito Maurici Mariano e, em 1982 se candidatou a vereador pela primeira vez, se elegendo com 1.378 votos.

 Foi o terceiro mais votado para um mandato de seis anos.

Vice - No ano de 1988 foi reeleito com 1.732 votos pelo PMDB.

 Dessa vez, foi o segundo mais votado, comprovando a cada eleição a sua popularidade.


Foi para o PTB e, em 1992 saiu a vice-prefeito na chapa de Rui Gonzalez. Oito meses depois, o grupo ao qual pertencia, do então deputado Nelson Fernandes, rachou com Gonzalez, e Nenke seguiu independente, sem partido.


Em 2000, filiado ao PPS, volta a se candidatar a uma cadeira no Legislatvo,e se elege com mais de 1.500 votos.

Confessa que nessa eleição teve dificuldades, porque as pessoas não aceitavam o fato dele ter sido vice de Gonzalez, que teve um governo muito conturbado na Cidade.


“Fui o único vice-prefeito, na história de Guarujá, que conseguiu se reeleger”, fala orgulhoso o vereador.

Tentou a reeleição novamente em 2004, pelo PL. Mesmo sendo o 9º mais votado, em função da legenda, ficou de suplente do vereador Válter Suman.


No final do mandato, assumiu a cadeira, quando Suman foi convidado a participar da Administração Farid Madi, como secretário de Governo.


Pelo trabalho desenvolvido na Cachoeira, Nenke se tornou conhecido, conquistando votos em todo Município.


Questionado se nunca teve intenção de se candidatar a prefeito, ele confessa que já pensou nisso, porém são muitas as dificuldades para quem sai da periferia.


“Sempre fui discriminado por vir da periferia.


 Nunca recebi um convite para integrar o Lions Clube, o Rotary Clube e nem a Maçonaria, que antigamente tinha uma força muito grande dentro da política da Cidade.

 Em 1982, 99% do secretariado municipal eram maçons.


 Esse era um dos quesitos para ser secretário em Guarujá”, afirma, explicando que não se sente diminuido por isso.Para vencer todos os pleitos, o vereador sempre procurou desenvolver trabalhos de conscientização durante as campanhas. Nas eleições de 2008, o foco principal foi a Saúde.


“Eu passava para as pessoas, que mais de 60% dos políticos brasileiros são médicos. Depois de eleitos, eles se acomodam e não brigam pela saúde pública. Por isso é que nos encontramos nesssa situação”,lamenta.


 Sobre a atual Administração Municipal, o vereador diz que está vendo exatamente o reflexo da atuação da prefeita quando foi vereadora na Cidade.


 “É uma pessoa guerreira, mas difícil na convivência por conta de sua linha partidária.


Já conversamos várias, mas é difícil porque ela não está depositando  confiança no Legislativo. Falta humildade, mas acredito também que as coisas possam melhorar”.

Marinaldo Nenke Simões, é filho de pai português (falecido) e mãe caiaçara, que hoje está com 83 anos e mora no bairro Cachoeira.


É divorciado e pai de seis filhos – três de cada casamento.


 Divide sua vida, há 20 anos, com a companheira Iara Leone, que é assistente social e muito já fez pela Cidade com seu trabalho.


TRANSCRITO DO JORNAL O ITAPEMA VEJA O LINK AO LADO

Nenhum comentário: