Faça do SOS Guarujá seu informativo a qualquer hora. Assuntos locais e de interesse geral.

Faça do SOS Guarujá seu informativo a qualquer hora. Assuntos locais e de interesse geral.
Atualizamos o blog várias vezes todos os dias para que você tenha a informação em cima da hora.Colabore mandando eventos, matéria,denúncias,textos...tudo que possa interessar à comunidade do Guarujá.

CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO GUARUJÁ ATACADO E VAREJO

CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO GUARUJÁ ATACADO E VAREJO
CLIQUE E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUINIS DO BRASIL

quinta-feira, 9 de julho de 2009

A Praça da Sé e outras praças

Clique na foto para ampliar

A Praça da Sé e outras praças

Deveriam servir de exemplo para as autoridades da nossa cidade, as notícias impressas em todos os jornais e veiculadas por todas as televisões do Estado e do Brasil.

O que já era caso de polícia, virou problema de Segurança Nacional, com a venda de documentos como carteiras de identidade, de motorista, diplomas de todas as profissões e certidões de todas as repartições públicas, municipais estaduais e federais.

Toda sorte de malfeitores reúnem-se, diuturnamente, naquela praça para traficar drogas, explorarem a prostituição infantil e outros crimes.

Reunem-se, porque o poder público permitiu que isso ocorresse, por muitos motivos, que sempre levam o nome de falta de fiscalização e punição.

Sempre, em todas as praças e locais, onde se reúne a marginalidade de um bairro ou cidade, o problema começa com a instalação desordenada de ambulantes, autorizados pelo poder publico.

Assim como as boas lojas se reúnem espontaneamente em ruas, bairros e shoppings, para facilitar aos seus clientes a possibilidade de grande oferta de mercadorias, os ambulantes ilegais, atraídos pela clientela conseguida pelos autorizados, se instalam à revelia destes, sempre impondo a lei da força e da intimidação.

É nesse momento que a fiscalização deveria agir com todo o rigor.

Não é o que fazem.

Por vários motivos permitem que os ilegais se apropriem dos lugares e dos clientes dos ambulantes legais.

Estes, por sua vez, impotentes para defenderem seu ponto, seu negócio e seus clientes,deixam de cumprir com as suas obrigações,com o pagamento das licenças, com a manutenção da limpeza e da ordem e muitas vezes, vendem os seus pontos, para outros que não tinham as características de ambulante.

Muitas vezes tanto os ambulantes legais como os ilegais, passam a vender outro tipo de mercadoria ou alimento diferente dos autorizados na sua licença.Contrabando, descaminho e pirataria são os crimes mais comuns uma vez que o consumidor é sempre ávido por esse tipo de produto que as lojas e ambulantes legais não comercializam com medo da punção criminal eventual.

É esse o momento onde as praças públicas se transformam em praças de guerra, patrocinadas pelo poder público que não tem autoridade, força nem moral para saber e explicar aos moradores e frequentadores daquela área porque permitem essa situação que os transformam em vitimas.

Embora tenham pago seus imóveis e paguem os impostos para morarem, frequentarem e disporem da praça publica para seu lazer e de seus filhos, os moradores, impotentes reclamam,brigam, agridem, deixam de pagar os seus impostos, se intimidam e mudam, deixando o local desvalorizado par incautos ou elementos que se identificam com essas ilegalidades.

É dessa forma que ocorre a degradação de praças, bairros, centros, comunidades etc.

Os bons abandonando o lugar e deixando-o para os maus, mercê da falta de fiscalização do poder público que não interfere e resolve os problemas para os quais foi eleito.

As fotos da postagem foram feitas no dia 9 de julho na Praça das Bandeiras em Pitangueiras.

3 comentários:

Anônimo disse...

POR ESSES MOTIVOS BOBOS QUE A PREFEITA SE QUEIMA,É DIFICIL MANDAR A FISCALIZAÇÃO PUNIR ESSES PÉSSIMOS CIDADÃOS???

Anônimo disse...

Fiscalização pra essa gentalha não existe,mas para os comerciantes legalmente estabelecidos tem né!!

Anônimo disse...

Vamos lembrar que essa gente,não sustenta o caixa da prefeitura com seus alvárazinhos de valor ridiculos,e sim os pagadores de IPTU e o ISS dos verdadeiros PAGADORES DE IMPOSTOS.

O dia que acabarem com o comercio regular,a prefeitura vai ficar sem DIN DIN.