Faça do SOS Guarujá seu informativo a qualquer hora. Assuntos locais e de interesse geral.

Faça do SOS Guarujá seu informativo a qualquer hora. Assuntos locais e de interesse geral.
Atualizamos o blog várias vezes todos os dias para que você tenha a informação em cima da hora.Colabore mandando eventos, matéria,denúncias,textos...tudo que possa interessar à comunidade do Guarujá.

CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO GUARUJÁ ATACADO E VAREJO

CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO GUARUJÁ ATACADO E VAREJO
CLIQUE E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUINIS DO BRASIL

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

SIGAM O EXEMPLO DOS MORADORES DA PRAIA DE PERNAMBUCO.


O MINISTÉRIO DOS INCONFIDENTES RECOMENDA:
COMERCIANTES DE GUARUJÁ, SIGAM O EXEMPLO DOS MORADORES DA PRAIA DE PERNAMBUCO.
COMERCIANTES, VAMOS DEPOSITAR O IPTU EM JUÍZO, MORALIZANDO A ORLA DE GUARUJÁ ACABANDO COM A CONCORRÊNCIA DESLEAL DOS QUIOSQUES E AMBULANTES, DE COMIDA, ROUPAS, ÓCULOS, SORVETES, BRINQUEDOS!!!








VAMOS VALORIZAR O COMÉRCIO DE GUARUJÁ...
AMBULANTES COM CARROS IMPORTADOS NÃO SÃO RENEGADOS SOCIAIS!!
Postado pelo site dos Inconfidentes

CONTINUAM AS OBRAS NO CENTRO DE GUARUJÁ PARA LIGAR O BAIRRO À CHINA!!! (Os Inconfidentes)


CONTINUAM AS OBRAS NO CENTRO DE GUARUJÁ PARA LIGAR O BAIRRO À CHINA!!!



SERÁ QUE O PROJETO FOI BASEADO NA OBRA DE JÚLIO VERNE "VIAGEM AO CENTRO DA TERRA??




MAIS UM CARTÃO POSTAL DA DEVASTADA GUARUJÁ!!!!

Frota da Câmara do Guarujá ficará em R$ 744 mil por ano!

clique na foto para ampliar

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

FISCAIS TRIBUTÁRIOS INDIGNADOS COMEÇAM A CRIAR ASSOCIAÇÃO EM GUARUJÁ.


ULANTES E MINISTÉRIO PÚBLICO IMEDIATAMENTE APURA!!!



 
O Ministério Público Estadual (MPE) apura uma série de irregularidades supostamente cometidas pelos comerciantes que atuam nas barracas da Praia do Pernambuco, no Guarujá, Litoral Sul de São Paulo.
A denúncia partiu do Jequiti Resort Residence, condomínio residencial de alto padrão inaugurado em 2007 pelo apresentador Silvio Santos em um complexo integrado pelo Sofitel Jequitimar e o shopping Vila Jequitimar.

O Jequiti, Golf Clube, Iate Clube e seus nobres e ricos membros poderiam também aproveitar algumas denuncias dos Inconfidentes de Guarujá, e solicitar ao Ministério Público providencias, principalmente as relacionadas com a Saúde e, quem sabe o Ministério Público poderia imediatamente socorrer nossa agonizante população e a população menos favorecida do Guarujá!
Segundo a denúncia, prontamente atendida, os ambulantes, especificamente da área chamada Mar Casado, trabalham sem fiscalização e em condições inadequadas de higiene, causando danos à saúde pública e ao meio ambiente.

No documento há 20 fotos mostrando detergente sendo derramado na areia, óleo e dejetos que seriam lançados ao mar e veículos estacionados na areia. O condomínio já tinha encaminhado duas representações à prefeitura do Guarujá, mas, segundo a administração do Jequiti, elas foram ignoradas.

O promotor Eloy Ojea Gomes disse que a Prefeitura foi oficialmente procurada para responder às reclamações. A Diretoria de Trânsito e Transportes do Guarujá informou ao Ministério Público que o acesso de veículos à praia só é permitido para o reabastecimento das barracas.

Já a Vigilância Sanitária respondeu que fiscaliza os barraqueiros, porém sem especificar quando foi a última vistoria e quando será a próxima.

A prefeitura também informou que uma comissão estuda um decreto que regulamentaria o exercício dos ambulantes no Guarujá, provavelmente o Decreto da Prefeita passará de 1.250 as Licenças Oficiais para 12.500, afinal as Eleições estão avizinhando-se.

A Secretária de Assuntos Jurídicos do Guarujá, Fábia Margarido Alencar Daléssio, informou que a prefeitura fará audiência pública sobre o tema em fevereiro, "a população agradeceria se houvessem novas eleições para Prefeito em fevereiro".
Comerciante há 20 anos, Lueci Bispo dos Santos, de 34 anos, afirma que ele e seus colegas trabalham dentro das regras de higiene. "A Vigilância Sanitária vem sempre aqui e olha tudo, data de validade, se estamos de uniforme e de luva." Alguns turistas contestam. "Estou aqui há três dias e não vi fiscalização" disse o autônomo Sérgio Luiz Maciel, de 47 anos, morador de São Paulo.

No condomínio, os proprietários de imóveis avaliados entre R$ 3,5 milhões e R$ 4 milhões reclamam ainda do cheiro de fritura e de equipamentos deixados no local à noite, estimulando a proliferação de insetos e ratos. Eles se propõem a fornecer barracas, cadeiras e guarda-sóis novos e padronizados aos ambulantes, desde que eles não façam frituras e vendam apenas lanches naturais e bebidas.


FISCAIS TRIBUTÁRIOS INDIGNADOS COMEÇAM A CRIAR ASSOCIAÇÃO EM GUARUJÁ.


Fiscais Tributários de Guarujá e região indignados com a política nos departamentos de arrecadação, estão iniciando a criação de uma Associação de Fiscais Tributários Municipais, com a assessoria de alguns membros da UNAFISCO - Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil.
No Guarujá a situação é caótica e gritante, a responsável pela fiscalização da Indústria e Comércio não é fiscal, é auxiliar de fiscal, não é concursada e não poderia exercer a função em qualquer Departamento de Arrecadação no país, por não ser Fiscal e concursada nem pode assinar processos tributários.
A indignação especificamente no Guarujá é a incompetência e o desprezo com os Fiscais de carreira, iniciando-se pela lista de atribuição de fiscais que trabalham na orla, especificamente na operação verão, muitos não são fiscais, não fiscalizam absolutamente nada e recebem gordas adições em seus salários em horas extras e gratificações.
O maior exemplo do descaso com a fiscalização é a farra do Jet Ski, no último feriado dezenas deles nas areias, locações a pessoas não habilitadas, abastecimento na água e nas areias e o pior, não existe nenhum tipo de fiscalização referente a arrecadação, impostos, emissão de notas fiscais. O absurdo é imenso, começando pelos verdadeiros proprietários dos equipamentos que normalmente não aparecem (nossas Tainhas Espiãs ouviram nas areias que uma cabeleireira da Santa Rosa possui mais de 18 Jets), a ausência do numero de registro na Marinha do Brasil, que nos últimos anos abandonou a fiscalização, bem como o pagamento de IPVA, que corresponde à 5% do valor do equipamento.
 
Na mesma onda temos as Bananas Boats, Discos, que vem causando acidentes como a da menina que quebrou o braço no final de semana retrasado e o caso foi “apagado”. As Bananas e Discos não poderiam operar na maioria das praias, com agravantes como lancha de reboque indevida para operação e equipamentos importados dos Estados Unidos com a documentação irregular.
A indiferença não é por incompetência e sim por conveniência, nossas Tainhas Espiãs estão a postos nos portões das Marinas, nas areias, fotografando e espiando motoristas e funcionários da prefeitura visitando os donos dos negócios. Ainda não temos elementos suficientes para substanciar as denuncias, mas quando finalizado o trabalho de nossas Tainhas Espiãs, o caso do “dinheiro na cueca, nas meias, panetones, mensalinho, mensalão” será cafezinho, perto do que está sendo apurando, inclusive os valores, vamos aguardar que no momento certo fotos, filmagens e documentos vão aparecer na mídia!

Esperamos que todos sejam “tratados iguais perante a Lei”, afinal tem muita gente graúda do Jequitimar com “esquemão” de mesas e cadeiras nas areias, proibidos pela Justiça Federal, SPU e AGU. Será que vão também fiscalizar as mesas do Doutor de São Paulo?


--
Postado por Inconfidencia no Guarujá no INCONFIDÊNCIAS NO GUARUJÁ em 1/27/2010 03:32:00 PM

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Material divulgando a cidade


De:michele
Enviada:sexta-feira, 22 de janeiro de 2010 0:50:48
Para:falecomodono@hotmail.com
Olá
Gostaria de informá - lo sobre a falta de publicidade no Concais
sobre a nossa cidade
Lá não há nenhum material divulgando a cidade e os pontos turísticos
para que os passageiros que passam um dia em Santos possa vir a
conhecer nossa cidade , nossa gastronômia e gastar um pouquinho aqui
.
Os navios fazem uma proposta de passeio para conhecer o Acqua Mundo e
o Shopping La Plage e custa $ 70 dólares
Porém seria interessandíssimo fazer uma divulkgação de nossa cidade
com materias publicitários pois até Bertioga há material divulgando a
cidade . E Guarujá ??????????????????/
Essa minha preocupação pois falamos que moramos aqui e uns turistas
fizeram algumas perguntas , respondemos porém com material ficaria
muito mais fácil e atraente......
Lá existe um ponto turístico para que possa ser entregue este tipo de material
Abraços
Michele

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Dr Bactéria no Guarujá


Dr Bactéria no Guarujá‏
De:
michele  (michele@ig.com.br)

Enviada:
sexta-feira, 22 de janeiro de 2010 0:58:45
Para:
falecomodono@hotmail.com
Boa tarde.

Neste último domingo dia 17jan2010 o Dr Bactéria / da Record estava
fazendo uma matéria no Hospital Santo Amaro às 14:00 aproximadamnete .
Adivinha sobre o quê ? Da virose e além disso havia uma fossa
transbordando


Creio que o Zé Luiz tenha informado a você

E a imprensa lá estava, fazendo matéria negativa, porém real.
Abraços

Michele

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Isso quer dizer que...Venderam, receberam e não vão entregar.


Baixada SantistaGuarujá



Terça-feira, 19 de janeiro de 2010 - 18h38
Decisão

TRF revoga liminar que permitia publicidade nas praias de Guarujá

Alessio Venturelli


O Tribunal Regional Federal (TRF) da 3ª Região revogou a liminar (decisão provisória) que vinha permitindo a exploração da faixa de areia de cinco praias de Guarujá para fins publicitários.


A exemplo do que já havia sido exigido em dezembro, pela juíza Alessandra Nuyens Aguiar Aranha, da 4ª Vara Federal de Santos, o órgão de segunda instância determinou, novamente, a retirada de todas as estruturas de propaganda que foram instaladas nesses locais, sem autorização prévia da Secretaria de Patrimônios da União (SPU).


O despacho contendo a nova decisão foi publicado no último dia 13 e se baseou em uma série de argumentos apresentados pela Advocacia Geral da União (AGU); entre eles, o de que cabe somente à SPU regulamentar a utilização e ocupação dos epaços localizados em áreas de influência federal - como é o caso das praias.


Amparada nessa premissa, a AGU conseguiu suspender os efeitos do decreto municipal nº 8.792, que concedia a empresa Front 360 exploração desses locais públicos, através da divulgação de marcas e de produtos de empresas vinculadas a ela.


Na avaliação do procurador Luiz Carlos Rodriguez Palácios Costa, um dos autores da ação, além de inconstitucional, o decreto dava margem a possíveis desvios de finalidade por parte da empresa contratada.


Ele chamou atenção para o fato de que, em uma das cláusulas do decreto, era aberto precedente para a execução de eventuais construções na faixa de areia, o que poderia abrir precedentes para possíveis crimes ambientais, além de comprometer o acesso de turistas e moradores a esses espaços.


No último dia 23 de dezembro, a Prefeitura de Guarujá chegou a reverter a decisão que impediu a publicidade nas praias do Município. No último dia 11, nova decisão do órgão suspendeu os efeitos do agravo de instrumento obtido pela Admnistração, tornando novamente nulo o Decreto Municipal 8792/09.


Nesta terça-feira, nas principais praias de Guarujá, a recente determinação da Justiça já vinha sendo cumprida. Quiosques, tótens e backlights não exibiam qualquer tipo publicidade. A Prefeitura de Guarujá afirma não ter sido notificada da nova decisão do Tribunal Regional Federal.

Resposta da Associação Comercial



Resposta à Matéria Veiculada‏
De:
Associacão Comercial e Empresarial de Guarujá / gerência (adm@aceguaruja.com.br)
Enviada:
quarta-feira, 20 de janeiro de 2010 15:29:51
Para:
falecomodono@hotmail.com
Senhor Editor,
A respeito da matéria veiculada em vosso Blog SOS Guarujá no dia 31 de dezembro de 2.009, esclarecemos que a Associação Comercial e Empresarial de Guarujá não assinou nenhum convênio com a Prefeitura Municipal de Guarujá.
Entendemos a vossa indignação em relação aos ambulantes que comercializam artigos de vestuário em nossa cidade, pois estes tornaram-se concorrentes desleais ao seu negócio, porém a Associação Comercial e Empresarial de Guarujá – ACEG não atua somente em áreas específicas, tendo outras preocupações que vão além do combate à concorrência desleal à diversos ramos de atividade.
Porém, dentro do mesmo assunto, a nossa entidade esteve reunida com o então Secretário de Desenvolvimento Econômico Dario Gama Duarte afim de cobrar rigor na fiscalização junto aos ambulantes e as feiras sazonais que se instalam em nossa cidade durante a temporada de verão. Cabe aqui registrar que a Lei Complementar 116/2008 quer disciplina a realização de feiras em nossa cidade foi criada dentro de nossa entidade e apresentada pelo Vereador José Carlos Rodriguez, membro atuante de nossa entidade, e que também atua no setor de vestuários.
Por fim, gostaríamos de solicitar que nos consulte antes de levantar quaisquer suspeita sobre a postura de nossa entidade e a conduta de seus membros.
Atenciosamente.

João Marcelo Stuque
Presidente

RESPOSTA DO EDITOR
No dia em que o Editor tiver de consultar alguém para publicar suas idéias certamente não vai ser aos denunciados.
As fotos da situação em que se encontra a cidade do Guarujá falam por si mesmas. 
O comércio ilegal e a falta de fiscalização merecem mais que ofícos, reclamam denúncia ao MP, denúncia diária aos órgãos de imprensa e a participação de MUITOS comerciantes.
A Associação Comercial teve sim convênio com a Prefeitura para a exploração de placas de publicidade na praia e tem outros convênios. 

19 DE JANEIRO DE 2010

                            CLIQUE NA FOTO PARA AMPLIAR


terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Fim do mundo é 2010 e não 2012

Assunto: Fim do mundo é em 2010 e não 2012
de: Geraldo Paula Souza Anhaia Mello para:
amigos enviado: 19 de janeiro de 2010 15:14


O fim do mundo já chegou e ele foi anunciado nessa temporada de férias de verão pelos horrorosos caipiras que invadiram nossas praias. São uma horda oriunda do agribusiness. Gente que comprou sua Mitsubishi 4X4 na base do financiamento agrícola e que faz de questão de desfilar na rua central de seja lá qual for a cidade que escolheram e que vai ter que aturá-los com seu som alto despejando Leandro, Leonardo e genéricos (como se fosse possível diluir mais do que a duplinha "sertaneja" já diluiu a boa música caipira). O estilo Carlão e Marrrrrrrquinho fodeu com a estética dos anos 50, aquela época elegante em que as mulheres usavam longos vestidos para as noitadas nos cassinos das estâncias balneárias, a mais chique delas o Guarujá, que já foi Guarujafet na época dos turcos, virou Guarujacó na época dos judeus e agora é Guarujacu do mato, jacu do brejo e toda sorte de caipiras nojentos que poluem com seus cachorrinhos de madame e suas bitucas de cigarro, as areias e águas do mar. De fato é um nojo ver a displicência com que esses seres limítrofes entre o homem e o macaco livram-se de seus dejetos, atirando lixo no mar da borda de suas lanchas compradas com financiamento da Nossa Caixa. São um bando de porcos e os corpos de suas "madames" e "doutores" denuncia essa ascendência suína. Andam em bando formando o contrário de uma fila indiana, lado a lado, fechando a passagem de quem anda a uma velocidade civilizada. Todos olhando para o nada segurando nas mãos suas latinhas de cerveja quente, barrigas moles saltando fora das bermudas de Lycra que apertam suas pernas gordas e cheias de varizes. Mulheres feias, homens sebosos, crianças barulhentas, mal-educadas, horrorosas, semelhantes a criaturas deformadas, filhas consanguíneas de gente que mora no meio do nada e que mal sabe andar de elevador. Guarujá virou o paraíso desses homúnculos comedores de fritura e seus cachorrinhos fedidos e cagões que sujam as calçadas depois lavadas pela chuva que vai para o mar e causa as caganeiras depois atribuidas à água da Sabesp.

Geraldo Paula Souza Anhaia Mello

domingo, 17 de janeiro de 2010

Informe SOS


FW: " Criança Cidadã / 2010 " PATROCINIO‏
De:
marta wenceslau (wmartinha@hotmail.com)
Risco médioVocê pode não conhecer este remetente.
Enviada:
domingo, 17 de janeiro de 2010 20:15:08
Para:
falecomodono@hotmail.com

É uma tenda situada na Praia das Pitangueiras, especificamente na Praça dos Expedicionários onde crianças que se perderam dos pais são atendidas pela Guarda Civil Municipal. A tenda contém brinquedos pedagógicos para acolher as crianças que necessitam de apoio até a localização dos responsáveis, e também atende crianças que estejam acompanhadas dos seus responsáveis para conhecer o trabalho realizado naquele local gratuitamente.
O projeto já atendeu só no dia 16/01/2010,  28 visitantes e, prestou atendimernto a 6 crianças que necessitavam de auxilio pois estavam desencontradas de seus pais. 
O projeto conta com o apoio das GCMs.Marta Wenceslau(ex aluna da Unaerp=Turma de Pedagogia , GCMs.Karla, Verônica, Cintia Cristina e Ana Paula),

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Dos Inconfidentes...


D E N U N C I A
"ISSO É UMA VERGONHA NACIONAL"
Antonieta gasta 1,6 milhões de Alimentação com o Restaurante Bambuzal e homens da Operação Verão, são alimentados em cozinha improvisada na Escola Almeida Jr sem nenhuma higiene.




MÍSERAS CONDIÇÕES DE HIGIENE E ALIMENTAÇÃO...




MÓVEIS IMPROVISADOS E UTENSILIOS IMPRÓPRIOS...




Dra. LIDIA ONDE ESTÁ A VIGILÂNCIA SANITÁRIA?



250 OU 450 HOMENS, AFINAL QUANTOS SÃO PARA 1,6 MILHÕES EM ALIMENTAÇÃO NO RESTAURANTE BAMBUZAL??



VERGONHOSO, CONDIÇÕES SUB-HUMANAS A POLICIAIS VINDOS DE SUAS CIDADES, DO CONFORTO DA SUA FAMILIA, PARA SEREM TRATADOS COMO PORCOS.....





PARA ONDE FOI TODO O DINHEIRO DO BAMBUZAL?
2,4 MILHÕES É MUITO DINHEIRO NÃO É ANTONIETA?

Guarujá chega à mídia nacional da pior maneira....


ONG pede intervenção da justiça para encerrar surto de diarreia em Guarujá (Blog do Paulo Henrique Amorim)

13/janeiro/2010 19:58
Homenagem ao piriri gigante do Guarujá
Homenagem ao piriri gigante do Guarujá
O Conversa Afiada recebeu o email do amigo navegante Fernando:


 ONG pede intervenção da justiça para
 encerrar surto de diarréia em Guarujá

 Solução definitiva para a qualidade da água distribuída em Guarujá é a construção da Estação de Tratamento; diretores da empresa podem ser penalizados por crime contra a saúde pública


 Está nas mãos da Justiça a solução para o problema da água contaminada, que é servida em Guarujá e é responsável pelo recente surto de diarréia que atinge os moradores e os milhares de turistas que visitam a cidade neste período.

A ONG Princípios, que desde 2007 move uma Ação Civil Pública contra a Sabesp, ingressou nesta semana com uma Medida Cautelar, solicitando que o Poder Judiciário determine medidas drásticas contra a empresa, sob risco de colapso no sistema de saúde pública da cidade.

 “É inegável que a água servida em Guarujá está comprometida, qualquer mãe ou dona de casa percebe a olho nu a má qualidade do produto que sai das torneiras”, afirma o advogado Sidnei Aranha, que representa a ONG Princípios.

A ação que tramita na Justiça há quatro anos já obteve alguns resultados práticos, mas a postura da empresa, de contestar judicialmente as evidências e adiar as providências necessárias, como o início da construção da Estação de Tratamento de Água, compromete a saúde pública.

Desde o mês de dezembro, Guarujá vive um surto de diarréia causada pela contaminação da água, como admitem os próprios médicos consultados. O infectologista Caio Rosenthal, do Hospital Emilio Ribas, de São Paulo, afirmou que a água que abastece Guarujá pode estar contaminada com um agente causador da diarréia.

 A médica e diretora da Vigilância em Saúde no Município, Lídia Maria de Araújo Lima, admite que as prováveis causas do surto podem ser a água contaminada. O órgão colheu amostras da água em alguns pontos da cidade e encaminhou para análise, cujos resultados devem estar concluídos no fim deste mês.

 Milhares de turistas queixaram-se de reações adversas durante o período em que visitaram a cidade. Uma das vítimas ilustres é o filho do jogador Ronaldo, o pequeno Ronald, que foi atendido no Hospital Santo Amaro, de Guarujá, com sintomas de quem consumiu água contaminada.

“Há anos estamos alertando para um problema grave de saúde pública. A Sabesp não atende as determinações do Ministério da Saúde, já que não possui estação de tratamento e não filtra a água servida em Guarujá, apenas adiciona cloro para disfarçar a má qualidade do líquido colhido no rio Jurubatuba. Eles, os diretores da empresa, não resolvem o problema, razão que nos leva a pedir uma pena por crime contra a saúde pública”, explica o advogado Aranha.

 A Medida Cautelar visa, principalmente, obrigar a empresa a informar aos consumidores sobre o risco de consumo da água. Esta informação, de acordo com o pedido, deve ser feita por meio de anúncios da TV, jornais e rádios, às custas da Sabesp. Além disso, busca acelerar o processo de implantação da estação de tratamento, única forma de resolver, em definitivo, um problema grave, de saúde pública. A decisão que tem reflexos diretos na saúde da população está, agora, nas mãos da Justiça.


 AÇÃO CIVIL PÚBLICA Processo nº 206/2008 3ª Vara Cível da Comarca de Guarujá



Paulo Henrique Amorim (Conversa Afiada)

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Liminar da Balsa



De:Sidnei Aranha (sidneiaranha@yahoo.com.br)
Enviada:quarta-feira, 13 de janeiro de 2010 18:45:20
Para: (falecomodono@hotmail.com)

LIMINAR CONTRA A TRAVESSIA DA BALSA SANTOS GUARUJÁ. 
ANTECIPAÇÃO DE TUTELA NA AÇÃO CIVIL PÚBLICA Nº 2969/09 DA 1ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE GUARUJÁ (Liminar concedida HOJE). 
ONG Princípios Agencia Nacional de Desenvolvimento e Associação dos Usuários dos Transportes Coletivos Rodoviários Ferroviários e Hidroviários (ABAS), manejaram AÇÃO CIVIL PÚBLICA , em outubro de 2009, contra o GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO, DERSA, PERFORMANCE e INTERNACIONAL MARÍTIMA, a fim de ver o preço praticado reduzido, a limitação de tempo na espera para utilização do serviço e o disciplinamento da fila da balsa, com agentes de trânsito para evitar tumultos e “furos “ na fila.
Após manifestações do Ministério Público e Governo do Estado de São Paulo, HOJE (13/01/2010), o Juiz da 1ª Vara Cível da Comarca de Guarujá. DR. RICARDO FERNANDES PIMENTA, afastou, momentaneamente, a redução do valor do preço praticado, alegando que um dos berços atingidos pelo Navio Chinês em julho de 2009, foi reparado e entregue, porquanto embora o serviço ainda é deficiente, não é possível, numa simples equação aritmética, divisar uma redução justa. Por outro lado, também não é possível fixar limitação máxima de espera para utilização do serviço, por ora, uma vez que outros componentes podem afetar o tempo da travessia (neblina, passagem de navios, ventos intensos).
Contudo, o magistrado ACATOU O PEDIDO PARA DISCIPLINAMENTO NA TRAVESSIA (FILA DA BALSA), in verbis....... 
“....Ao contrário, deve ser a ré obrigada, juntamente com a municipalidade, a controlar a fila da balsa. Neste ponto, aliás, presente o fumus da medida pela própria obrigação legal de prestação de serviço público adequado. Implementado, da mesma forma, o periculum. Com efeito, são freqüentes desentendimento entre os usuários dos serviços na fila da balsa, provocados por aqueles que insistem principalmente em burlar a ordem de espera, objetivo este de fácil consecução na atualidade, em virtude da completa ausência de fiscalização por parte da concessionária e dos agentes de trânsito. Portanto, até para se evitar uma tragédia derivada dos citados desentendimentos entre os usuários, deve a requerida DERSA isolar e fiscalizar a fila da balsa,  quando exsitente, no lado do Guarujá, identificando e proibindo o acesso às travessias daqueles que “furam” a fila, entregando o infrator aos fiscais da municipalidade para a atuação, devendo  a Prefeitura manter, para tanto, uma ou mais agentes na travessia para a realização de tal função, tudo sob pena de multa de R$ 50.000,00 por cada vez que os oficiais de justiça certificarem o descumprimento do preceito, devendo estes comparecerem nas travessias, em datas e horários aleatórios, ao menos três vezes por mês, para fiscalização da presente decisão.......
 Maiores informações 13    78021303 (Sidnei Aranha)

Falta de tudo no Guarujá, principalmente educação!


Otávio Mesquita revelou a sua mágoa com o incidente que ocorreu na gravação do programa A Noite é Uma Criança, da Band, no Guarujá, litoral sul de São Paulo, no domingo (10), quando as autoridades da cidade quiseram cobrar uma taxa da emissora para que pudesse exibir as imagens.

“Fomos gravar as cabeças de verão do A Noite é Uma Criança, no Guarujá. Ao chegarmos lá, procuramos a Secretaria do Turismo para nos orientar sobre os pontos mais bonitos da cidade. Fomos tratados com muito descaso, pois demoraram horas para nos atender e ainda disseram que a Band teria que pagar uma taxa para conseguir a autorização das gravações, pois era uma norma da prefeitura”, contou o apresentador a O Fuxico.

Otávio se irritou com a postura e cancelou a gravação, trocando a cidade de exibição do programa:

“Eu e minha equipe nos recusamos a pagar qualquer taxa e fomos embora da cidade. Nós deveríamos receber por divulgar as belezas da cidade e não pagar por isso. Estamos procurando outro local para as gravações, que provavelmente acontecerão no Rio de Janeiro na próxima semana”.

O apresentador ficou ainda mais chateado com esse tipo de conduta, porque viveu boa parte de sua infância lá e guarda boas recordações da cidade litorânea.

"Estou bastante chateado, pois eu passei a minha infância no Guarujá e vejo a cidade ser agredida desta forma. Ao invés de recomendar a cidade, hoje falo para as pessoas não a visitarem", ressaltou o apresentador.

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Reclamação do leitor do Guaiuba




De:
ostrovcky (ostrovcky@uol.com.br)
Enviada:
segunda-feira, 11 de janeiro de 2010 18:21:42
Para:
falecomodono@hotmail.com



Mensagem original
De: ostrovcky < ostrovcky@uol.com.br >
Para: uipaguaruja@gmail.com < uipaguaruja@gmail.com >
Assunto:
Enviada: 11/01/2010 18:18


Esse carrinho de comida do Guaiuba,joga todo o oleo e resto de comida nesse buraco e provavelmente é o esgoto.
Isso é uma vergonha!!!!Uma praia como o Guaiuba,ter tantos carrinhos e se não bastasse isso,eles jogam resto de comida para entupir!
Cade a prefeita que concede para essas pessoas a linçenca para trabalhar?
Pois eles não estão rabalhando e sim poluindo,qdo eu vi o rapaz jogando 2 baldes de sujeira nesse bueiro fiquei pasma,chamei a atenção dele e ele nem ligou...
Voce assistiu ontem o fantastico?
O Guaruja é a terceira praia do Brasil,onde tem mais sujeira,perdendo apenas para praias da Bahia.
A Pérola do Atlantico vai de mal a pior.




sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

SÓ PARA LEMBRAR! A legislação proibe vender alimentos nos quiosques e carrinhos de praia...


Guarujá registra surto de diarreia






O Guarujá, na Baixada Santista, está enfrentando um surto de diarreia. Da segunda quinzena de dezembro até esta semana, segundo a prefeitura da cidade, ao menos 1,5 mil pessoas procuraram prontos-socorros com sintomas como diarreia, vômito e fortes dores no corpo.


A médica e diretora da Vigilância em Saúde do Guarujá, Lídia Maria de Araújo Lima, afirma que as prováveis causas do surto são a contaminação da água e a ingestão de alimentos estragados, principalmente na orla da praia. "Geralmente no verão há um aumento de casos de diarreia por causa da circulação de vírus no ar e pelas condições climáticas, que propiciam a proliferação de micro-organismos nos alimentos", explica. "Se fosse a água do mar, o paciente apresentaria outro tipo de sintoma", diz.


Para o infectologista Caio Rosenthal, do Hospital Emílio Ribas, de São Paulo, a água que abastece o Guarujá pode estar contaminada com um agente causador da diarreia. "Provavelmente, é a água que está irrigando um certo bairro ou comunidade que está contaminada", afirma. De acordo com ele, um surto provocado por alimentos atingiria uma população menor, de até 50 pessoas.


A Vigilância em Saúde coletou água em dois locais na Praia de Pitangueiras. As amostras foram enviadas ao Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, e o resultado deve sair neste mês.


Procurada, a Sabesp informou, por meio de nota, que "não há nenhum problema com a qualidade da água entregue no Guarujá". Segundo o texto, a água fornecida à população é potável e atende os padrões do Ministério da Saúde. Apesar de os municípios serem obrigados a notificar o ministério no caso de surto de diarreia, até ontem o governo federal não havia sido comunicado pela prefeitura.


ATENDIMENTOS


Segundo Lídia, todo o Guarujá enfrenta o problema, mas dois locais no centro, onde está a Praia de Pitangueiras, uma das mais badaladas, registram surto. No Pronto-Atendimento Médico, no centro, 500 pessoas foram atendidas entre o dia 30 e domingo, de acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura.


No vizinho Hospital Santo Amaro, que apesar de ser particular atende pelo Sistema Único de Saúde (SUS), foram contabilizados cerca de mil atendimentos em 15 dias. A assessoria do hospital diz que na lista de atendidos às pressas está Ronald, filho do jogador Ronaldo, do Corinthians. A criança foi levada pela mãe, Milene Domingues, recebeu medicação e foi liberada em seguida.


Apesar de turistas relatarem casos pontuais de doenças diarreicas em Ubatuba e São Sebastião, as prefeituras não confirmam surtos.


Entenda


O que são: existem cerca de 250 doenças transmitidas pela água e por alimentos, entre elas cólera, febre tifoide, hepatite A e diferentes moléstias diarreicas. Elas podem ser causadas por vírus, bactérias, parasitas e toxinas. Entre 2000 e 2008 foram registrados, em média, 400 mil casos de doenças diarreicas por ano em SP


Sintomas: falta de apetite, náuseas, vômitos e diarreia, acompanhados ou não por febre


Forma de transmissão: pela ingestão de comida ou água contaminadas durante produção de um alimento ou no consumo, por meio de insetos (moscas, formigas, baratas), falta de higiene e má conservação


Quem pode contrair: crianças, idosos e pessoas imunodeprimidas, como portadores do HIV, são os mais suscetíveis


Surto: duas ou mais pessoas com doença semelhante após ingerir alimentos ou água da mesma origem. A notificação de alguns tipos de doença é compulsória e os surtos têm de ser informados ao Ministério da Saúde


Como agir: principalmente as doenças que geram diarreias tendem a curar espontaneamente, mas a gravidade da desidratação determina o curso da patologia. Por isso, pacientes com diarreia frequente devem procurar os serviços médicos. A hidratação em casa pode ser feita com água potável, sucos e com o soro caseiro. Casos graves exigem hidratação endovenosa no hospital


Como fazer o soro caseiro: lave as mãos. Em um copo de água filtrada ou fervida, acrescente um punhado de açúcar e uma pitada de três dedos de sal. Misture bem





Fonte: O Estado de S.Paulo

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Jardim Virgínia



De:
rjscarpa (rjscarpa@litoralguaruja.com.br)

Enviada:
sábado, 2 de janeiro de 2010 16:21:53
Para:
marinhoguzman@uol.com.br



Marinho,  Essa é a situação da rua onde moro, com um valor de IPTU de dar orgulho a qualquer cidadão que adotou Guarujá como sua cidade para viver! Reinaldo Scarpa 
clique nas fotos para ampliar