Faça do SOS Guarujá seu informativo a qualquer hora. Assuntos locais e de interesse geral.

Faça do SOS Guarujá seu informativo a qualquer hora. Assuntos locais e de interesse geral.
Atualizamos o blog várias vezes todos os dias para que você tenha a informação em cima da hora.Colabore mandando eventos, matéria,denúncias,textos...tudo que possa interessar à comunidade do Guarujá.

CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO GUARUJÁ ATACADO E VAREJO

CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO GUARUJÁ ATACADO E VAREJO
CLIQUE E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUINIS DO BRASIL

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Eis onde a Prefeitura do Guarujá pretende discutir os problemas sociais

clique na foto para ampliar

Problemas Sociais são problemas de todos os cidadãos e devem ser discutidos em locais apropriados.Nunca numa das principais ruas da cidade e frente  moradores,veranistas e turistas que esperam tem dias de lazer onde deveria ser a sala de visitas da cidade.
É assim que a Prefeitura, seus funcionários e nossos políticos deixam de cumprir suas obrigações. 
Não vote nos políticos que permitem esse cáos.

Uma coisa é greve de lixeiros.Outra coisa é não saber administrar.

Clique na foto para ampliar


Haja o que houver as pessoas, especialmente  os administradores da cidade precisam estar aptas a resolver as situações. 
Como mostram dezenas de fotos em diversas épocas, a Secretaria de Turismo do Guarujá é um depósito de incompetentes. Numa situação de greve dos lixeiros a primeira medida seria ensacar novamente o lixo e guardar nas suas dependências para não causar essa desagradável visibilidade de incompetência administrativa.

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

A Justiça tarda mas não falhará na derrubada dos monstrengos nas praias do Guarujá


PREFEITURA DE SALVADOR INICIA DERRUBADA DE BARRACAS

23 de agosto de 2010 | 18h 43
Agência Estado
A derrubada das 352 barracas de praia de Salvador, determinada pela Justiça Federal no fim de julho, foi iniciada na manhã de hoje no trecho da orla mais frequentado pelos turistas, as praias do Flamengo e de Stella Maris, no norte da cidade.
A ação, que cumpriu decisão do juiz da 13ª Vara Cível Federal, Carlos D''Ávila Teixeira, teve início às 6 horas da manhã e contou com a participação de técnicos e funcionários da Superintendência de Uso e Ordenamento do Solo do Município (Sucom), auxiliados por policiais federais, militares e integrantes da Guarda Civil Metropolitana.
A primeira praia que teria as barracas demolidas, Ipitanga - que marca a divisa com o município de Lauro de Freitas -, porém, foi poupada da ação. Apesar de pelo menos metade das barracas instaladas no local estar na área de Salvador, elas são cadastradas na cidade vizinha.
Mandado
A prefeita do município da região metropolitana, Moema Gramacho, entrou com um mandado de segurança contra a derrubada e foi pessoalmente explicar a situação aos responsáveis pela demolição. Acabou convencendo-os a postergar a ação, enquanto a situação legal desses estabelecimentos não for definida.
Com o adiamento da derrubada das barracas da Praia de Ipitanga, alguns dos estabelecimentos mais famosos da orla de Salvador, como as Barracas Marguerita e Barraca do Lôro, na Praia do Flamengo, foram os primeiros a ser derrubados. A ação das escavadeiras causou tristeza entre as centenas de funcionários dos estabelecimentos e curiosos que acompanhavam a operação.
"A gente sabia da decisão da Justiça, mas esperava alguma solução", conta a cozinheira Nilma Castro Souza. "Trabalho aqui há 12 anos, tenho oito filhos, meu marido é autônomo, como vou fazer agora?", disse a encarregada de cozinha Cássia Miranda Santos.
Manifestação
A falta de alternativas para os barraqueiros e seus cerca de 3 mil funcionários foi o motivo para uma série de manifestações e barricadas feitas na Praia de Patamares - que deve ter suas barracas demolidas em até dois dias.
Proprietários dos estabelecimentos e trabalhadores interditaram, por diversas vezes ao longo do dia, o trânsito na Avenida Octávio Mangabeira, que margeia a orla. Para impedir a passagem de veículos, os manifestantes atearam fogo em cadeiras e mesas plásticas. "Já investi mais de R$ 700 mil na barraca, quem vai arcar com o prejuízo?", questiona o empresário Massimo Pascucci.
Os barraqueiros também ameaçam processar a prefeitura, por ação indenizatória, pela derrubada dos estabelecimentos. "Eles tinham alvará para funcionar, por isso estavam ali", justifica a advogada Rita Martins. A Prefeitura informa que ainda não há um projeto alternativo para as barracas, mas que está estudando a situação.
À tarde, o prefeito João Henrique Carneiro divulgou um comunicado no qual informou ter pedido ajuda, por meio de ofício, aos governos estadual e federal para ajudar a encontrar uma solução. A estimativa da prefeitura é que as barracas sejam demolidas em duas semanas. Amanhã, os trabalhos devem ser iniciados pela Praia de Itapuã. 



domingo, 15 de agosto de 2010

Pode? Vender a praia na cara dura?

Vendo Quiosque no Guarujá - Padrão - R$280.000

localização: 
·        Preço:R$280.000    
Descrição
para petiscar, não vacile na escolha e peça o dourado. quiosque da tia chica na praia da enseada está à venda 
o mais badalado do guarujá - local de gentre bonita. há 12 anos, a simpatia de tia chica e seu bom cardápio garantem seu sucesso tambémetros entre os anônimos. francisca saito, a proprietária de 61 anos, adora contar essas e outras histórias de celebridades que passaram por suas mesas na praia da enseada. br/. uma dica é o de manga. escolha sua bebida e seu quitute em 6 idiomas. uma outra sugestão disputada é o crocante camarão amplio empanado (r$ 65 ). 
porteira fechada, incluindo 17 choupanas
toda documentação em dia. se o ex-prefeito paulo maluf pede uma batida de coco com vodca e elogia a bebida, tia chica sabe que haverá fila no quiosque para experimentar a receita. 
mas a casa da sexagenária tem mais atributos. a bebida é tão densa que você vai sentir a fruta inteira no copo. a porção do peixe grelhado sai por r$ 40. sem flashes: os famosos freqüentam o quiosque fora da temporada 
a clientela famosa determina os hits do balcão. todas as visitas estão documentadas em um álbum de 200 fotos que ela exibe orgulhosamente. (milena ootuca) 
extraido do jornal o estado de são paulo. que vale por uma refeição, não deixe de experimentar, o suco decorado com frutas, por exemplo.www.atlasimoveis.com, código 026

veja vídeo abaixo:
http://www.youtube.com/watch?v=yy4lhk0kcwg
site: 
http://www.quiosquetiachica.com.
vários prêmios recebido e publicação em jornal e revista ( veja e oesp) 
suco das estrelas 
tia chica 
com flashes: os sucos naturais e a batida de coco aprovada por maluf. a relíquia contémetros cliques do ex-piloto de fórmula un jacques villeneuve, de zeca pagodinho e do ex-nadador gustavo borges.

Atualizado: Sábado, 31 JulhoReferência Adoos: 16547724
Parte inferior do formulário

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Direito do Consumidor- Dr. Welinton Andrade Silva


 Dr. Welinton Andrade Silva

     Nesta semana, uma consumidora reclamou ter comprado nas Lojas Americanas do Guarujá (Av. Puglisi) um aparelho celular da Samsung, no valor de R$ 699,00. Ele estava com defeito.
      A  nova interpretação do Código de Defesa do Consumidor, que inclui os celulares como “produtos essenciais” garante ao consumidor o direito de trocar o aparelho na própria loja onde adquiriu o produto. Na hora, sem burocracia.
      Dessa forma, a consumidora foi até as Lojas Americanas, tentando fazer valer o seu direito. Segundo a reclamante, a  gerente Lana, após ligar para outros setores da empresa, de forma indiferente, disse que não trocaria o aparelho. Em seguida, disse para ela “procurar os seus direitos”.
      A gerente está, no mínimo, despreparada para exercer a função. Se não for isso, é orientação da diretoria das Lojas Americanas para que seus funcionários descumpram a lei do consumidor?
    “A nova interpretação do CDC faz parte da Nota Técnica nº 62 elaborada pelo Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor, do Ministério da Justiça.       A mudança surgiu devido ao aumento do número de reclamações que chegam aos órgãos de defesa do consumidor envolvendo aparelhos celulares. De acordo com pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 92% dos lares brasileiros utilizam o serviço de telefonia móvel, sendo que 37% utilizam somente esse serviço.       Os órgãos do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor firmaram entendimento caracterizando os aparelhos celulares como produtos essenciais; assim passam a ser considerados bens indispensáveis ao atendimento da necessidade do consumidor.       Em regra, os varejistas, fornecedores imediatos do produto, não assumem a responsabilidade sobre os defeitos apresentados pelos aparelhos, o que obriga os consumidores a procurar os fabricantes para a solução do problema. Ao procurar os fabricantes, os consumidores são encaminhados às assistências técnicas ou aos centros de reparos dos fabricantes (por meio de postagem nos Correios).      Consumidores relatam, no entanto, diversos problemas no atendimento prestado pelas assistências técnicas: inexistência de assistência no seu município, recusa da assistência em realizar o reparo, falta de informação na ordem de serviço, falta de peças de reposição, demora no conserto do produto para além do prazo de 30 dias, entre outros.       A partir de agora, empresas que não cumprirem o novo entendimento do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor estarão sujeitas a multas de até R$ 3 milhões e medidas judiciais cabíveis. "A responsabilidade não pode ser transferida para o consumidor; o problema é de quem vendeu e não de quem comprou", afirmou o diretor do DPDC-MJ, Ricardo Morishita” (fonte MP/PR).
      Dessa forma, ao invés de cumprir a lei, as Lojas Americanas do Guarujá estão complicando a vida dos seus clientes, e o pior, desrespeitando o ordenamento jurídico.     
      A consumidora foi ao PROCON e o caso se tornou público desnecessariamente, queimando a imagem das Lojas Americanas junto aos consumidores.
      Não seria mais “barato” a empresa respeitar o consumidor e cumprir a lei?

*O advogado Welinton Andrade  Silva é presidente da Comissão de Defesa do Consumidor da OAB, coordenador do PSDC na Macro Região da Baixada Santista, membro titular dos diretórios estadual e nacional do partido e ex-secretário da Cultura