Faça do SOS Guarujá seu informativo a qualquer hora. Assuntos locais e de interesse geral.

Faça do SOS Guarujá seu informativo a qualquer hora. Assuntos locais e de interesse geral.
Atualizamos o blog várias vezes todos os dias para que você tenha a informação em cima da hora.Colabore mandando eventos, matéria,denúncias,textos...tudo que possa interessar à comunidade do Guarujá.

CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO GUARUJÁ ATACADO E VAREJO

CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO GUARUJÁ ATACADO E VAREJO
CLIQUE E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUINIS DO BRASIL

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

O vereador de Guarujá Luis Carlos Romazzini (PT), de 45 anos, registrou um boletim de ocorrência de ameaça de morte no Distrito Policial Sede da Cidade, na madrugada de quinta-feira.

Polícia


Sexta-feira, 26 de novembro de 2010 - 09h28
Homicídio

Vereador Romazzini registrou Boletim de Ocorrência na última quarta-feira

De A Tribuna On-line




Atualizado às 11h55
O vereador de Guarujá Luis Carlos Romazzini (PT), de 45 anos, registrou um boletim de ocorrência de ameaça de morte no Distrito Policial Sede da Cidade, na madrugada de quinta-feira.  

A informação é do delegado Josias Teixeira de Souza, que realizou os primeiros trabalhos de apuração e investigação do caso durante a madrugada. 
A casa do vereador foi depredada por um homem não identificado. 
A porta principal foi arrombada, o imóvel invadido e diversos bens da vítima quebrados. 
Na ocasião, o vereador presenciou o fato, mas o acusado conseguiu fugir. De acordo com amigos da família, a vítima já estava sendo perseguida.
O vereador foi executado com cinco tiros na casa onde morava, em Vicente de Carvalho, na madrugada desta sexta-feira. 
O crime ocorreu por volta da 1h30, depois que homens armados e não identificados invadiram o imóvel. 
Ele, que era casado, chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.   Assassinato teria envolvimento com crime político? Leia o artigo do jornalista Rafael Motta, no Blog Política, e comente

Ao menos dois homens armados foram vistos na frente do imóvel, localizado na Avenida Mario Daige, Bairro Jardim Conceiçãozinha, momentos antes da execução. Eles chamaram o vereador, que estava no primeiro andar da casa, dormindo no quarto com a esposa. A vítima, então,   desceu com um revólver em punho e foi ao encontro dos suspeitos, que também estavam armados, segundo o delegado. A mulher da vítima permaneceu no interior da residência. 

A
inda conforme o delegado, houve uma discussão entre os envolvidos momentos antes dos disparos. 
O motivo do desentendimento ainda é desconhecido. Após isso, ao menos cinco tiros foram disparados contra vítima, que foi atingida na cabeça, no abdômen, ombro e nas pernas.
 "Há a possibilidade de mais um suspeito estar envolvido, mas não podemos confirmar. Um inquérito foi aberto e os policiais do 1º DP vão assumir ocaso", explica. 

A
 perícia constatou que um tiro foi disparado da arma do vereador, mas o projétil não foi encontrado. Os suspeitos fugiram em duas motos. Uma delas, modelo Honda Bis de cor vinho, foi roubada do vereador. No início da manhã, policiais militares encontraram o veículo parado na Avenida Santos Dumont, próximo ao local o crime. 
O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) da Cidade e passará por exame necroscópico. A área no entorno da residência do vereador está interditada por policiais militares do 21º Batalhão da PM do Interior.
 Velório e enterro
Inicialmente, foi informado pela assessoria de imprensa da prefeitura que o velório ocorreria nesta manhã.  Entretanto, o velório será realizado a partir das 15 horas na Câmara Municipal de Guarujá.  A Câmara fica na Avenida Adhemar de Barros, 1660, no Bairro Jardim Santa Maria. Por volta das 19 horas,  o corpo será levado para Aparecida do Taboado, em Mato Grosso do Sul, para ser enterrado ao lado do pai. Os parentes dele vivem na Cidade. 
Segundo mandato
Além de vereador, Romazzini era professor e também atuava como advogado na Cidade. Há mais de 10 anos estava na região. Na política, entre 2000 e 2002 ele foi suplente na Assembleia Legislativa do Estado. Desde 2004,  ele conquistou uma vaga na Câmara Municipal de Guarujá. Em 2008, conseguiu ser reeleito. Ambas candidaturas representando o Partido dos Trabalhadores (PT). 
Ameaças em 2006
Em outubro de 2006, o deputado estadual Fausto Figueira (PT) solicitou às autoridades da área da segurança pública do Estado, garantia de vida para a Luiz Carlos Romazzini. De acordo com o deputado, o vereador, na época, o vereador foi ameaçado de morte e teve seu automóvel cercado em 19 de setembro do mesmo ano por motoqueiros encapuzados. 
“Ao perceberam que ele não estava no automóvel os motoqueiros abandonaram a perseguição”.
 As ameaças a Romazzini, segundo Fausto,  tiveram origem no processo de afastamento de oito dos 15 vereadores da Câmara Municipal local por corrupção.
 “O Poder Judiciário afastou oito vereadores da Cidade envolvidos em flagrante corrupção com distribuição de dinheiro dentro do gabinete da presidência da Câmara".


http://www.atribuna.com.br/noticias.asp?idnoticia=67500&idDepartamento=11&idCategoria=0

Nenhum comentário: