Faça do SOS Guarujá seu informativo a qualquer hora. Assuntos locais e de interesse geral.

Faça do SOS Guarujá seu informativo a qualquer hora. Assuntos locais e de interesse geral.
Atualizamos o blog várias vezes todos os dias para que você tenha a informação em cima da hora.Colabore mandando eventos, matéria,denúncias,textos...tudo que possa interessar à comunidade do Guarujá.

CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO GUARUJÁ ATACADO E VAREJO

CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO GUARUJÁ ATACADO E VAREJO
CLIQUE E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUINIS DO BRASIL

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

51 QUIOSQUES DE SOVETES SÓ NA ORLA DA PRAIA

Protocolo de Reclamação na Ouvidoria 1317x2009PABA4 em 6 de março de 2009.

Telefones (13)- 3355-4211 e 3382-3721 
São 8 quiosques na Praia do Tombo e Astúrias...
Clique nas fotos para ampliar.

28 Quiosques de sorvete na Praia da Enseada



15 Quiosques de sorvete na Praia de Pitangueiras

Não tenho dúvidas de que há algo de muito estranho na colocação desses quiosques de sorvetes na orla da praia.
Fotografamos 15 em Pitangueiras e 28 na Praia da Enseada e 8 Asturias e Tombo.
Certamente vamos fotografar mais como na Rua Mário Ribeiro e fazer um processo a ser encaminhado ao Ministério Público.
Talvez a Prefeitura Municipal de Guarujá pudesse nos esclarecer como e porque foram dadas essas licenças, quanto paga cada um desses quiosques para permanecer no local e principalmente a quem pertencem.
Certamente seria uma forma simpática de mostrar que não compactua com essa aberração.

Fala sério...Esses quiosques são fachada para um outdoor de propaganda sem custo e desconfiamos que tem coisa mais séria por trás disso...

Ostreria vira quiosque em cima da calçada e do jardim na avenida da praia em Pitangueiras

Clique na foto para ampliar
Contei mais de 60 cadeiras na outrora Ostreria do Djalma. 
Nesse verão as mesas e cadeiras foram colocadas no jardim que está destruído. Nem sombra das ostras.
 Agora tem churrasquinho da pior qualidade e uma frequencia que só é incomodada pelos inúmeros vagabundos e bêbados da rua. Guarujá da pior qualidade sem fiscalização,ordem nem vergonha na cara. 
Os moradores impotentes só esperam a providencia Divina pois nossa administração está mais preocupada com a Terracom &$ Cia.
Vamos ver se com a nova AAPP vamos conseguir resgatar a Praia de Pitangueiras. 
Hoje com bandeira vermelha e pedindo socorro de tantos que moram,curtem e curtiram a outrora melhor praia do Guarujá SOS Guarujá!!!!!

domingo, 30 de janeiro de 2011

Rancho montado em praia do Guarujá atrai crianças e adultos

30/01/2011 11h33 - Atualizado em 30/01/2011 11h58


Crianças podem entrar em contato com vacas, cabritos e pôneis.
Turistas podem aproveitar para praticar esportes radicais.

Do G1 SP, com informações da TV Tribuna

racho

Crianças brincam com animais em rancho mon-
tado em praia do Guarujá (Foto: Reprodução/TV Globo)

Um rancho com vacas, cabritos, pôneis foi montado na Praia da Enseada, no Guarujá, no litoral paulista, e está atraindo a atenção de crianças e adolescentes neste verão.
Além de ter contato com as animais, é possível praticar esportes como vôlei.  Quem gosta de aventura pode aproveitar a pista de skate e a parede de escalada. Há também uma mistura de "bungee jump" com cama elástica, chamado de "bungee trampolim".

Churrasco em plena Praia do Guaiuba e outras infrações sem fiscalização neste domingo 30/01/2011

Clique na foto para ampliar


Boa noite.

Seguem as fotos dos vários churrascos que os farofeiros fizeram na praia do Guaiúba.

Dessa forma fica realmente muio dificil tornar esta cidade limpa e um modelo para nosso turistas.
Transformaram os jardins, areia da praia um verdadeiro bagunçaço.
A SAG - Sociedade amigos do Guaiúba acionou a Guarda Municipal que sequer compareceu ao local para coibir os abusos que ocorriam.
É muito triste voce ver no que está se transformando a praia e jardins desta praia, calçadões arrebentados, brinquedos quebrados e pondo em risco as crianças que alí brincam.
Precisamos colocar a BOCA NO TROMBONE e cobrar das autoridades providências imediatas.
Em breve te enviarei mais denuncias relacionadas a circulação excessiva de veículos nas ruas que ladeiam o calçadão da praia por conta de um carrinheiro locar um terreno na Rua Estrela do Mar inicialmente para a guarda de carrinhos de praia e confecção de frituras.
Agora ele passou a guardar os carros de seus clientes que apresentam um papel com o Timbre do Carrinho ( Jurandir ) solicitando que os guardas da FBL que cuidam do acesso ao calçadão liberem a entrada desses clientes.
O pior é que esses clientes ficam durante todo o dia, bebendo e quando saem da praia já estão em um estado alcoolico elevado, pondo em risco a vida dos pedestres que saem da praia.
Vale lembrar que a proibição do acesso as ruas daquela praia se deve ao fato de haver ocorrido um atropelamento onde uma criança veio a falecer.
Esse assunto inicialmente estou denunciando na ouvidoria sobre o estacionamento clandestino, cobrando a fiscalização e proibição desta prática, antes que algo pior venha a ocorrer.
Abraços
Osmar Costa Jr

Denuncie aqui no SOS Guarujá para lutarmos por um Guarujá melhor

O blog www.sosguaruja.com é um veículo de comunicação dos cidadãos do Guarujá e simpatizantes da causa.

Seus colaboradores não são políticos partidários, nem filiados a nenhuma corrente ou corporação.
A finalidade do blog é alertar o poder constituído, para as violações das normas legais uma vez que esses atos danosos, de minorias inescrupulosas, tem causado dano ao patrimônio comum, não raro levando o nome da cidade para as páginas menos interessantes dos veículos de comunicação, negando a condição de cidade limpa, ordeira e hospitaleira.
 Por outro lado,a publicação das denúncias equivale a uma notificação extra-judicial e fará prova contra as autoridades que não tomarem as devidas providências legais.
A falta de ação ou a omissão dessas providências além de caracterizarem falta funcional poderão transformar a culpa em dolo, pela assunção do risco.
Colabore enviando matéria e fotos para o e-mail  falecomodono@hotmail.com e poste comentários, clicando em comentários fim de cada matéria.

Estadão - Operação tira das ruas 11 mil camelôs- Veja o que faz uma boa administração-Guarujá pode e deve aprender

Domingo, 30/01/11 - 10:56


Cem anos após a chegada dos primeiros ambulantes à Rua 25 de Março, os camelôs estão sumindo do centro de São Paulo. E não é por vontade própria. A explicação para essa debandada está ligada à Operação Delegada – parceria entre a Prefeitura e a Polícia Militar que colocou 6 mil policiais para combater o comércio ilegal em suas horas de folga.

Desde 2006, a administração do prefeito Gilberto Kassab (DEM) vem fechando o cerco contra os ambulantes clandestinos, ora com ações urbanísticas (a reforma do Largo da Concórdia é o melhor exemplo), ora colocando a Guarda Civil Metropolitana (GCM) para fiscalizá-los. Mas foi após o convênio com a PM, há 14 meses, que essa política se intensificou. Dos 15 mil camelôs retirados das ruas nos últimos 5 anos, estima-se que 11 mil tenham saído por pressão das blitze da Operação Delegada.
A retirada dos ambulantes mudou a cara de antigos redutos do comércio de rua  paulistano. Ruas, praças e viadutos que antes viviam tomados por barraquinhas de ponta a ponta foram desocupados. Sem a aglomeração que favorecia a ação dos bandidos, até os índices de criminalidade caíram nesses endereços - a Rua 25 de Março e imediações registram hoje 61% menos roubos do que antes da Operação Delegada, segundo a PM.
Embora projetos semelhantes já existissem dentro da PM, o modelo de parceria implementado foi arquitetado pessoalmente por Kassab. Nos bastidores, comenta-se que a Operação Delegada terá, ao final desta gestão, a mesma dimensão galgada pelo Projeto Cidade Limpa (lei que baniu os anúncios da paisagem de São Paulo) na primeira administração de Kassab.
Os investimentos na parceria comprovam isso. Em 2010, a Prefeitura desembolsou cerca de R$ 50 milhões para custear o “bico oficial”. A previsão para este ano é dobrar o repasse, chegando a R$ 110 milhões. Hoje, os PMs estão em 21 pontos de comércio da cidade e no Jardim Romano, no extremo leste de São Paulo, onde o objetivo é conter invasões em zonas de proteção ambiental. Parcerias em outras áreas já estão em estudo.
Acuados. Diante da ofensiva, restaram aos ambulantes duas alternativas: perambular pelas ruas tentando vender suas mercadorias - alguns até retomaram o velho hábito da venda porta a porta nos bairros, como a categoria trabalhava na década de 1960 - ou partir para o mercado formal. Há também quem fale em retornar à antiga profissão.
“Fugir da polícia todo dia faz você se sentir um bandido”, desabafa Reginaldo Chagas, de 56 anos. “Cansei, vou alugar um alvará para ser taxista de novo.” Ele foi expulso do Largo da Concórdia, no Brás, em abril de 2006. Como outros ambulantes que tiveram a licença cassada, Chagas passou a vender brinquedos e jogos para videogame na Feirinha da Madrugada, o mercado clandestino montado diariamente nas ruas no bairro.
O coordenador do Sindicato dos Camelôs Independentes, Leandro Machado, acusa a Prefeitura de querer “exterminar” a categoria. “Não somos contra a Operação Delegada. É claro que não existe espaço para todo mundo nas ruas. Mas o que a Prefeitura quer é exterminar toda a categoria. Estamos sufocados. A promessa era de que ninguém mexeria na feirinha”, reclama.
Sem uma liderança e com a polícia no encalço, os camelôs seguem uma rotina errante. Nenhum consegue ficar parado mais de 15 minutos num mesmo lugar. O coreano Sung Wook, de 52 anos, corre de um lado para o outro na tentativa de vender yakissoba em uma carriola de ferro. Ele começa na Praça da República, no início da tarde, e termina na 25 de Março, quatro horas depois. Sua mulher vai na frente e avisa pelo rádio se o caminho está livre, sem PMs.
“O jeito é ficar o tempo inteiro correndo. Dá para vender no máximo dez pratos em cada lugar”, conta Wook, que por 16 anos manteve uma barraca fixa ao lado da Galeria Olido, no centro. Há 3 anos, ele diz que tirava R$ 3 mil mensais. Hoje, consegue fazer menos de R$ 1.200. “A Prefeitura diz que só é permitido cachorro-quente na rua. E com licença”, lamenta.
Urbanismo. Do ponto de vista urbanístico, a retirada dos ambulantes é vista como positiva. “Melhora o uso do espaço público e permite às pessoas observar a cidade”, destaca o arquiteto Fábio Mariz Gonçalves, professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP. “Desde que as ações policiais não sejam truculentas e que os camelôs não fiquem desamparados pelo poder público, vejo esse projeto como positivo.”
“Bico’’ atrai Rio e 20 cidades do interior
Parceria entre Prefeitura e PM traz benefícios para os dois lados, acreditam especialistas
Foi um começo tímido. Em novembro de 2009, um grupo de cem policiais foi escalado para uma missão complexa: coibir o comércio irregular na Rua 25 de Março. Em poucos meses, a tropa não só conseguiu espantar os camelôs como ajudou a reduzir os índices de furtos e roubos na região. Um ano e dois meses depois de ser lançada, a Operação Delegada é cobiçada por 20 municípios do interior e deve ser copiada pelos governos do Rio e de Mato Grosso do Sul.
A parceria traz vantagens para os dois lados. Sob a ótica da Prefeitura, contar com a força policial é fundamental para enfrentar problemas crônicos de zeladoria da cidade. Para a PM, é a possibilidade de oferecer a seus homens uma alternativa financeira oficial ao “bico” - emprego extra que a maioria dos PMs mantém nos dias de folga para complementar a renda.
Embora tenha nascido com o propósito de combater o comércio ilegal, em pouco tempo a Operação Delegada teve seu leque de atuação ampliado. Hoje, o convênio entre a Prefeitura e a PM abrange dois setores: meio ambiente,com ações para impedir invasões de terra em zonas de proteção ambiental no extremo leste da cidade, e combate ao comércio clandestino.
Em fevereiro, o convênio deve ser estendido para a área da saúde, com a possibilidade de PMs fazerem o “bico oficial” no Samu. Também está em estudo o uso da mão de obra dos policiais na futura inspeção veicular técnica – que vai avaliar a parte mecânica dos veículos.
O governo do Estado já autorizou a adesão da segunda cidade paulista à Operação Delegada. Será Sorocaba, a120 quilômetros da capital. Os detalhes do convênio serão anunciados na terça-feira pelo prefeito Vitor Lippi (PSDB). O município vai investir R$ 2 milhões por ano para contratar os PMs. Não há previsão para as outras 19 cidades.
Resistência. Na capital, o único foco de resistência à força-tarefa entre a Prefeitura e a PM vem dos ambulantes do Brás. Nas últimas duas semanas, a polícia intensificou a presença no bairro para barrar a montagem da Feirinha da Madrugada, que há mais de uma década reúne milhares de camelôs no quadrilátero formado pelas Ruas Barão de Ladário, Miller e Maria Marcolina, perto do Largo da Concórdia. Na madrugada de quinta-feira passada, um grupo de ambulantes realizou uma manifestação contra a Operação Delegada.
Em outros pontos tradicionais de concentração de camelôs na cidade, como o Largo 13 de Maio, em Santo Amaro, na zona sul, e na Rua Teodoro Sampaio, em Pinheiros, zona oeste, a debandada dos ambulantes ilegais parece consolidada. Só quem tem o Termo de Permissão de Uso (TPU), a autorização da Prefeitura para vender mercadoria nas ruas, consegue trabalhar sem ser incomodado.
“Conseguimos isso com respeito aos direitos humanos e ao trabalhador. Não estamos lá com escudo e cassetete para reprimir os ambulantes”, diz o coronel Álvaro Camilo, comandante-geral da PM. “Antes o camelô desrespeitava (o fiscal ou o guarda municipal), porque não havia crime.
O Estado de São Paulo, Diego Zanchetta, Bruno Tavares, José Maria Tomazela

É ela a Poupafarma novamente envergonhando a cidade do Guarujá colocando o lixo na rua mal e porcamente

Clique na foto para ampliar

Tanta gente falando mal da prefeita e da fiscalização e esse estabelecimento porcalhão não é multado.
É bem possível que haja o que estão dizendo de conivência criminosa e crime funcional da fiscalização.
30 de janeiro de 2011

sábado, 29 de janeiro de 2011

O Ponto Frio do Guarujá não cumpre o Código do Consumidor

Comprei uma poltrona no Ponto Frio.
Paguei em dinheiro e a vendedora disse que o prazo de entrega será de cinco dias. 
Questionei onde estava escrito o prazo e fui informado de que só consta no sistema.
A quem irei reclamar caso o prazo não seja cumprido?
Flagrante desrespeito ao Código do Consumidor. Dessa maneira não poderei reclamar caso o prazo não seja cumprido.
A lei...ora a lei diria Getulio Vargas e a maioria poderosa dos conglomerados do Brasil. 
Foda-se o Código do Consumidor. 
Compre quem quiser e reclame com o Papa...(em Roma)
Clique na foto para ampliar

Denuncie aqui no SOS Guarujá para lutarmos por um Guarujá melhor

O blog www.sosguaruja.com é um veículo de comunicação dos cidadãos do Guarujá e simpatizantes da causa.
Seus colaboradores não são políticos partidários, nem filiados a nenhuma corrente ou corporação.
A finalidade do blog é alertar o poder constituído, para as violações das normas legais uma vez que esses atos danosos, de minorias inescrupulosas, tem causado dano ao patrimônio comum, não raro levando o nome da cidade para as páginas menos interessantes dos veículos de comunicação, negando a condição de cidade limpa, ordeira e hospitaleira.
 Por outro lado,a publicação das denúncias equivale a uma notificação extra-judicial e fará prova contra as autoridades que não tomarem as devidas providências legais.
A falta de ação ou a omissão dessas providências além de caracterizarem falta funcional poderão transformar a culpa em dolo, pela assunção do risco.
Colabore enviando matéria e fotos para o e-mail  falecomodono@hotmail.com e poste comentários, clicando em comentários fim de cada matéria.

Jornal A Estância do Guarujá 29 de janeiro de 2011



sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Flagrado colocando entulho no calçadão da Avenida da Praia funcionário do Edifício Panorama disse que o zelador foi quem mandou

Clique na foto para ampliar

Flagrado colocando entulho no calçadão da Avenida da Praia funcionário do Edifício Panorama disse que o zelador foi quem mandou.
Fotografe,envie para nós que nós publicaremos. 
É preciso punir quem emporcalha a cidade. 
Culpamos  os farofeiros mas quem deveria dar o exemplo é quem envergonha a cidade. 
Denuncie a falta de educação e falta de cidadania. 
Entulho e outros materiais fora dos sacos devem ser motivo de pesadas multas. 



Anônimo Chico Viramundo disse...

Mas é só ele só? Cadê os outros? Nossas calçadas, afinal, são da responsabilidade de quem? Do proprietário do terreno ou do poder público?
29 de janeiro de 2011 03:32
Excluir

Blogger O Editor disse...

Chico
Você está endossando o porcalhão? Não tem que olhar os outros tem que olhar a todo e qualquer cidadão.
Ô Viramundo... As calçadas são de responsabilidade do proprietário do imóvel. Nenhum cidadão pode alegar ignorância da lei.
A responsabilidade do poder público é retirar o lixo doméstico e não entulho,caixas de madeira e lixo mal acondicionado.
Estou vendo que você precisa virar muito mundo para entender.
Vou ficar de olho nesse lixo como fico em vários outros porcalhões que ja entraram na linha. Pode ter certeza.
29 de janeiro de 2011 03:52


Entrevista do advogado Sidnei Aranha ao Jornal O Itapema " Antonieta deve ser cassada pela Câmara"

Clique para ampliar

Veja o vídeo de protesto de um consumidor da Brastemp e faça o mesmo quando for o código do consumidor for desrespeitado

Clique abaixo e veja o vídeo

http://www.youtube.com/watch?v=riOvEe0wqUQ&feature=youtu.be&a

Inscrições para o Passe Livre terminam nesta sexta (28)


 
Os alunos interessados em manter ou adquirir o Passe Livre têm até essa sexta-feira (28), para se inscrever. Neste ano, de forma inédita, os estudantes terão o cartão do benefício no primeiro dia de aula.
 
De acordo com a Secretaria da Educação de Guarujá, como nos anos anteriores, os cadastros podem ser feitos na unidade escolar onde o estudante está matriculado. No entanto, para quem já tinha o benefício, é necessário que o cartão do ano anterior tenha sido devolvido até o dia 21 de janeiro.
 
Para se inscrever,  o interessado deve levar comprovantes de residência (água, luz ou telefone) e renda familiar, incluindo todos os que moram na casa.  Outras informações podem ser obtidas diretamente na unidade escolar onde está matriculado
 
Beneficio - O Passe Livre é uma gratuidade na tarifa do transporte coletivo de Guarujá. Atende estudantes que residem a mais de mil metros do local onde estudam e não possuem condições financeiras para arcar com a despesa do transporte público.
 
Em 2008, 1.772 alunos foram contemplados com o Passe Livre. No ano seguinte, esse número subiu para 2.446. Neste ano, 3.737 estudantes conseguiram o benefício. Ou seja, houve um aumento superior a 100% na concessão do benefício em relação ao ano de 2008.
 
Para a Secretaria da Educação, estes números são resultados das novas diretrizes implantadas pelo atual governo, cuja política pública é voltada, principalmente, aos mais carentes. Vale lembrar que essa gratuidade não é aplicada em nenhuma outra Cidade da Baixada Santista.

PREFEITURA DE GUARUJÁ – Diretoria de Imprensa – Tel.: (13) 3308-7470
Jornalista responsável: Karina Praça (MTb: 43.955) - Redatora: Carine Bernardino MTb 57.503
21 de janeiro 2010 - Educação - Inscrições para o Passe Livre terminam nesta sexta (28)
e-mail: imprensa@guaruja.sp.gov.br

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Guarujá realiza operação para preservar vida de tartarugas marinhas



Frequentadores da Praia das  Astúrias são orientados para não alimentar animais;
além de ser crime ambiental, ação pode  matar espécie que habita o local



A Prefeitura de Guarujá, a Polícia Ambiental e o Grupo de Reabilitação de Animais Marinhos (Gremar) realizaram uma ação conjunta para orientar os banhistas que frequentam o canto da praia da Astúrias para que não alimentem as tartarugas marinhas que habitam aquele local.  A operação aconteceu no período de 23 a 26 de janeiro.

De acordo com a Lei 9605/98, é proibido alimentar, pescar e tocar nas tartarugas. Qualquer interferência no habitat natural pode alterar a rotina da espécie marinha. Apesar das placas fixadas no local, informando sobre o assunto, os freqüentadores da praia estão desrespeitando a legislação.

Segundo o secretário do Meio Ambiente de Guarujá, Élio Lopes, as equipes estão em ronda constante, orientando os freqüentadores da praia para que mantenham distância e  não alimentem os animais. “Teremos nossas equipes em constantes rondas em todos os pontos onde há  incidência de aparição desse animal, para que o frequentador desses locais não tenha maiores problemas com a legislação de proteção das tartarugas marinhas”, alertou.

A veterinária do Centro de Reabilitação de Animais Marinhos (CRAM) Reviva — da Ilha dos Arvoredos de Guarujá, Andréa Maranho, explicou que a espécie é a Tartaruga Marinha Verde. Segundo ela, esses animais se reproduzem em ilhas oceânicas do norte do Oceano Atlântico, atravessando rotas da Costa da África.

“A região da baixada santista é uma importante área de alimentação. Essa ação em conjunto e harmoniosa, que estamos fazendo, nos ajuda a esclarecer à população o que acontece com as tartarugas. Quando alimentamos o bicho, estamos alterando sua rotina, o que é prejudicial”, alertou Andréa.

O soldado PM Peique, da Polícia Ambiental, reforça as palavras da veterinária. “O apoio da Prefeitura é essencial. Esse alerta à população do que não pode ser feito é muito bom, pois evita uma série de constrangimentos, como a prisão do infrator, já que alimentar e tocar esses animais é crime ambiental”, informou o PM.

Para o estagiário Rafael Franzese Campos, da equipe do Núcleo de Educação Ambiental e Bandeira Azul da Praia do Tombo, falou, a “conscientização das pessoas sobre como  se comportam as tartarugas é de vital importância para manter o equilíbrio no ecossistema delas”.

A pescadora Marli Vitar da Cruz, que trabalha no local há mais de 30 anos, critica a ação de quem alimenta os animais.  “Tem gente que dá até frango e pão de queijo para conseguir ficar perto das tartarugas e às vezes as seguram com os pés para poder tirar fotos. Sempre falo com meus colegas de trabalho para não alimentar o bicho, não podemos mudar o habitat do animal”, finalizou.




PREFEITURA DE GUARUJÁ – Diretoria de Imprensa – Tel.: (13) 3308-7470
Jornalista responsável: Karina Praça (MTb: 43.955) - Redator: Wilson Balaions (Mtb 60.147)
27de janeiro 2010 - Meio Ambiente- Prefeitura cria ação de orientação sobre a alimentação irregular das tartarugas marinhas 
e-mail: imprensa@guaruja.sp.gov.br

Com selo internacional, Praia do Tombo é atração no Guarujá




Certificado garante à praia condição de uma das melhores do mundo.
Morro da Campina é outra atração popular entre turistas.

Do G1 SP
A cidade do Guarujá, na Baixada Santista, é conhecida por ter algumas das melhores praias do litoral de São Paulo. Uma delas, a Praia do Tombo, é reconhecida como uma das mais bem cuidadas do Brasil e do mundo. No quadro "Fiscal das praias", do SPTV, o repórter Márcio Canuto foi até lá para mostrar as maravilhas da região.
A praia recebeu a bandeira azul, um título de excelência. Essa bandeira é como um selo de qualidade. Para conseguir o certificado, a praia precisa obedecer 33 quesitos, como a qualidade da água, infraestrutura, segurança e educação ambiental.
“Esse selo internacional é um selo de muita credibilidade. Esse selo é controlado por 54 países e esses países exigem que você mantenha o controle de todos esses quesitos”, disse a secretária de Turismo do Guarujá, Maria Eunice Grotzinger. A Praia do Tombo é a primeira de São Paulo e a segunda do país a ter esse certificado.
Os banhistas aprovam as condições da região. “Aqui tem muita onda e é muito bom surfar aqui”, disse o estudante Caio Fernandes de Campos. “A gente fica muito feliz em saber que pode desfrutar", disse o empresário Sérgio Marcantonio.
Maravilhas
Outra maravilha da cidade é o Morro da Campina, uma formação rochosa de onde as pessoas conseguem ter uma visão panorâmica do Guarujá. De lá, pode-se ver a Praia das Pitangueiras, a mais central e a mais frequentada da cidade, e Enseada, a maior da cidade, com 5,5 km de extensão. “Eu na verdade moro aqui e sou até suspeito em falar de tanto que eu gosto do Guarujá”, disse o comerciante Pedro Romeiro e Silva. “O Guarujá é maravilhoso.”
Outra “joia” fica fora dos roteiros turísticos: o Forte dos Andradas. Criado em 1942, durante a Segunda Guerra Mundial, para proteger o Porto de Santos, atualmente o local é usado como uma das residências de verão da Presidência da República. Por tudo isso, o forte é de acesso restrito. O forte tem uma praia exclusiva, a Monduba, também conhecida como a Praia do Artilheiro. Ela tem 350 metros de extensão.

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Rainha do Carnaval de Guarujá 2011




Kesley Cristina, de 20 anos, disputou o título com outras 12 candidatas


Após um ano difícil em 2010, após ser rebaixada para o Grupo de Acesso das escolas de samba de Guarujá, o Grêmio Recreativo Cultural Escola de Samba (GRCES) Caminho da Paz já pode começar 2011 com uma conquista. É que na noite de sábado a jovem cabeleireira Kesley Cristina da Silva Barbosa, de 20 anos,  venceu a eleição da Rainha do Carnaval de Guarujá, na festa realizada na quadra do GRCES Mocidade São Miguel.

A noite de samba foi aberta com a apresentação do grupo Samba na Laje. Em seguida, as baterias das escolas de samba Guarujá, Caminho da Paz e São Miguel agitaram os apaixonados por carnaval, abrindo a competição entre as possíveis rainhas.

A musa da Caminho da Paz disputou com outras 12 candidatas das escolas de samba de Guarujá, dos grupos especial e de acesso. Elas foram avaliadas por oito jurados. A cerimônia também definiu a  Princesa do Carnaval, Thamiris Monte da Silva, da Mocidade Amazonense.

O evento marcou a Corte Carnavalesca, que percorrerá Guarujá durante o Carnaval, mostrando a essência da festa popular na Cidade. O Rei Momo de 2011 será o mesmo do ano passado, Ronaldo Olinto Saldanha, o Gago do Samba como é conhecido no Município. O cidadão e a cidadã do Samba também foram empossados. São eles:   Carlos Alberto dos Santos, o popular Melancia, representando o Galo da Ilha, e dona Ivone, da Mocidade Amazonense.