Faça do SOS Guarujá seu informativo a qualquer hora. Assuntos locais e de interesse geral.

Faça do SOS Guarujá seu informativo a qualquer hora. Assuntos locais e de interesse geral.
Atualizamos o blog várias vezes todos os dias para que você tenha a informação em cima da hora.Colabore mandando eventos, matéria,denúncias,textos...tudo que possa interessar à comunidade do Guarujá.

CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO GUARUJÁ ATACADO E VAREJO

CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO GUARUJÁ ATACADO E VAREJO
CLIQUE E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUINIS DO BRASIL

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Guarujá realiza operação para preservar vida de tartarugas marinhas



Frequentadores da Praia das  Astúrias são orientados para não alimentar animais;
além de ser crime ambiental, ação pode  matar espécie que habita o local



A Prefeitura de Guarujá, a Polícia Ambiental e o Grupo de Reabilitação de Animais Marinhos (Gremar) realizaram uma ação conjunta para orientar os banhistas que frequentam o canto da praia da Astúrias para que não alimentem as tartarugas marinhas que habitam aquele local.  A operação aconteceu no período de 23 a 26 de janeiro.

De acordo com a Lei 9605/98, é proibido alimentar, pescar e tocar nas tartarugas. Qualquer interferência no habitat natural pode alterar a rotina da espécie marinha. Apesar das placas fixadas no local, informando sobre o assunto, os freqüentadores da praia estão desrespeitando a legislação.

Segundo o secretário do Meio Ambiente de Guarujá, Élio Lopes, as equipes estão em ronda constante, orientando os freqüentadores da praia para que mantenham distância e  não alimentem os animais. “Teremos nossas equipes em constantes rondas em todos os pontos onde há  incidência de aparição desse animal, para que o frequentador desses locais não tenha maiores problemas com a legislação de proteção das tartarugas marinhas”, alertou.

A veterinária do Centro de Reabilitação de Animais Marinhos (CRAM) Reviva — da Ilha dos Arvoredos de Guarujá, Andréa Maranho, explicou que a espécie é a Tartaruga Marinha Verde. Segundo ela, esses animais se reproduzem em ilhas oceânicas do norte do Oceano Atlântico, atravessando rotas da Costa da África.

“A região da baixada santista é uma importante área de alimentação. Essa ação em conjunto e harmoniosa, que estamos fazendo, nos ajuda a esclarecer à população o que acontece com as tartarugas. Quando alimentamos o bicho, estamos alterando sua rotina, o que é prejudicial”, alertou Andréa.

O soldado PM Peique, da Polícia Ambiental, reforça as palavras da veterinária. “O apoio da Prefeitura é essencial. Esse alerta à população do que não pode ser feito é muito bom, pois evita uma série de constrangimentos, como a prisão do infrator, já que alimentar e tocar esses animais é crime ambiental”, informou o PM.

Para o estagiário Rafael Franzese Campos, da equipe do Núcleo de Educação Ambiental e Bandeira Azul da Praia do Tombo, falou, a “conscientização das pessoas sobre como  se comportam as tartarugas é de vital importância para manter o equilíbrio no ecossistema delas”.

A pescadora Marli Vitar da Cruz, que trabalha no local há mais de 30 anos, critica a ação de quem alimenta os animais.  “Tem gente que dá até frango e pão de queijo para conseguir ficar perto das tartarugas e às vezes as seguram com os pés para poder tirar fotos. Sempre falo com meus colegas de trabalho para não alimentar o bicho, não podemos mudar o habitat do animal”, finalizou.




PREFEITURA DE GUARUJÁ – Diretoria de Imprensa – Tel.: (13) 3308-7470
Jornalista responsável: Karina Praça (MTb: 43.955) - Redator: Wilson Balaions (Mtb 60.147)
27de janeiro 2010 - Meio Ambiente- Prefeitura cria ação de orientação sobre a alimentação irregular das tartarugas marinhas 
e-mail: imprensa@guaruja.sp.gov.br

Nenhum comentário: