Faça do SOS Guarujá seu informativo a qualquer hora. Assuntos locais e de interesse geral.

Faça do SOS Guarujá seu informativo a qualquer hora. Assuntos locais e de interesse geral.
Atualizamos o blog várias vezes todos os dias para que você tenha a informação em cima da hora.Colabore mandando eventos, matéria,denúncias,textos...tudo que possa interessar à comunidade do Guarujá.

CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO GUARUJÁ ATACADO E VAREJO

CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO GUARUJÁ ATACADO E VAREJO
CLIQUE E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUINIS DO BRASIL

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Prefeitura do Guarujá multa Sabesp por vazamento de esgoto em praias

Mariana Desidério


COLABORAÇÃO PARA A FOLHA


A Prefeitura de Guarujá, no litoral de São Paulo, multou a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) por conta de dois vazamentos na tubulação de esgoto da cidade. 
Os vazamentos caíram diretamente nas praias de Pitangueiras e Enseada, de acordo  com a administração. 
As multas somam R$ 303 mil.
Os problemas já foram resolvidos, segundo a própria prefeitura. Os vazamentos da rede esgoto da Sabesp levaram esses resíduos às galerias de águas pluviais da prefeitura, por onde escoam as águas das chuvas, desembocando nas praias, afirma o secretário de Meio Ambiente, Élio Lopes.
A presença do esgoto na água pode "acarretar em problemas de saúde pública, como uma série de doenças de pele, coceiras, agravamentos gastrointestinais, inclusive perigo de vida", diz o secretário.
De acordo com a prefeitura, a multa foi aplicada nesta semana. 
A data dos vazamentos, no entanto, não foi informada.
A Sabesp afirma que atualmente recebe águas de chuva do município em suas redes de esgoto, o que, segundo a empresa, "acarreta saturação do sistema de esgotos quando há excesso de chuvas".
A empresa diz ainda que, com as ruas alagadas, parte da população abriu as tampas das redes de esgoto para facilitar escoamento da água de chuva. "Em alguns casos, essa atitude congestionou pontos da rede de esgoto", afirma em nota.

SURTO DE DIARREIA

O Guarujá vive um surto de diarreia de causas ainda desconhecidas. A prefeitura da cidade afirma que ainda não trabalha com a possibilidade de o problema ter sido causado pelo vazamento de esgoto nas praias e que a multa aplicada tem motivação ambiental.
Para a prefeitura, causa mais provável para o surto é falta de cuidado com higiene e ingestão de alimentos estragados. O causador ainda é desconhecido. Exames foram enviados ao Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo.
Nos primeiros cinco dias do ano, segundo a Prefeitura do Guarujá, 700 casos de diarreia foram registrados nos hospitais públicos --uma média de 110 a 140 por dia. O número é três vezes mais alto que o normal.
No hospital Santo Amaro --particular--, foram atendidas 400 pessoas em um dia. No Medical Care, foram 180, segundo o médico Ricardo Auad, que trabalha nos dois.
Os dados da prefeitura são preliminares, mas podem indicar que o surto seja maior. No verão passado, entre dezembro de 2009 e janeiro de 2010, foram 1.774 casos --média de 29 por dia.
Em Praia Grande também houve casos da doença. 
Do Natal até quinta, eram 320 casos. O normal é de 50 a 60 a cada dez dias. O número, no entanto, é menor que o do Natal de 2009 e os primeiros dias de 2010: 1.600.


****


Nota do Editor deste Blog...



Pior a emenda que o soneto

A multa aplicada pela Prefeitura Municipal do Guarujá à SABESP foi o que se pode chamar " Pior a emenda que o soneto"
O irrisório valor alegado de R$ 303.000,00 e que dificilmente será pago,só serviu para fazer mais alarde a respeito de possível epidemia ou de que todas as praias de Guarujá estão impróprias.
Mais uma vez a incompetência da admnistração não soube tratar do assunto com clareza e comprometeu a temporada.
Os prejuízos causados ao comércio deveriam ser calculados para que de alguma forma a Prefeitura e demais ressponsáveis sejam punidos.

Um comentário:

Anônimo disse...

Muito estranho. Ontem, dia 09.01.2011 o esgoto corria normalmente na praia da enseada. como moradora presencio isto há 5 anos. Só agora a prefeitura ficou sabendo? ACORDEM POLÍTICOS DO GUARUJÁ!!!!