Faça do SOS Guarujá seu informativo a qualquer hora. Assuntos locais e de interesse geral.

Faça do SOS Guarujá seu informativo a qualquer hora. Assuntos locais e de interesse geral.
Atualizamos o blog várias vezes todos os dias para que você tenha a informação em cima da hora.Colabore mandando eventos, matéria,denúncias,textos...tudo que possa interessar à comunidade do Guarujá.

CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO GUARUJÁ ATACADO E VAREJO

CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO GUARUJÁ ATACADO E VAREJO
CLIQUE E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUINIS DO BRASIL

domingo, 8 de maio de 2011

Reclamar não ofende.


Fiz uma pesquisa no Facebook onde a pergunta é a seguinte:- O que faz você ignorar um amigo virtual?
Já tive mais ou menos 190 respostas e as três primeiras colocadas foram:- Só posta bobagem; Só reclama da vida e de todos; É inconveniente.
Apesar da significativa marca dos que reclamam das reclamações, hoje vou reclamar.
Vou reclamar de todas as farmácias do Guarujá e isso certamente serve para todas as farmácias do Brasil.
Em primeiro lugar, ninguém mais sabe qual a diferença entre farmácia, drogaria, farmácia de manipulação e mercadinho da esquina.
Só muda o nome e a vergonhosa exploração comercial de medicamentos e produtos de higiene e beleza que só não deixa margem para reclamação para quem está doente da cabeça.
Quem faz que não vê isso é o governo, não esse da Dilma, todos os governos da República fizeram e fazem vista grossa para os grandes laboratórios e grandes multinacionais que vendem nas farmácias desde salgadinho e refrigerantes até medicamentos de grande potencial ofensivo à saúde quando consumidos indiscriminadamente. O que ocorre tanto quanto a gente vê nas reportagens dos jornais,revistas e TVs.
Hoje tive de ir comprar na Drogaria São Paulo da Rua Mário Ribeiro 832 no Guarujá. Eu disse tive, porque quem faz as compras na farmácia estava doente e não pode ir.
Levei a lista e apresentei à balconista.
Dos 20 itens solicitados consegui comprar 15 de acordo com a Nota Fiscal, mas infelizmente a tal da Genfibrozila 900 que eu uso da Medley só tinha uma caixa e do laboratório EMS mais uma. Uma tem 15 comprimidos e a outra 12. Sem padronização e de acordo com seu próprio interesse comercial as farmácias colocam na prateleira o que querem, o que dá mais lucro e o que conseguem comprar sabe Deus como em melhores condições comerciais e financeiras com os laboratórios.
Seria até possível entender a falta de algum medicamento se não houvesse espaço. Não é falta de espaço. É falta de regulamentação de um setor que coloca mais de ¾ do espaço do estabelecimento para vender coisas que não são remédios.
Outro dos itens faltantes foi o Fluimicil genérico. O genérico custa aproximadamente R$22,00 e o “original”R$ 54,00. Na falta do genérico o que você faria? Eu reclamo!
Eu estou reclamando! Tomara que eu perca só uns poucos amigos virtuais pela reclamação, mas certamente os 1400 que vêem as minhas postagens vão se lembrar disso quando forem às farmácias. Minha recomendação é que não comprem nada, nadinha do que não for remédio. Nem uns sabonete.
O comodismo de muitos é que faz com que existam essas desvirtuações. Lugar de comprar xampu, água, salgadinhos, balas, chicletes etc. é nos supermercados. Certamente se as farmácias não pudessem vender “de tudo”, teriam todos os remédios e cada ficaria no seu lugar.
Ou você acha que por comodidade dá para fazer xixi na pia da cozinha?

Nenhum comentário: