Faça do SOS Guarujá seu informativo a qualquer hora. Assuntos locais e de interesse geral.

Faça do SOS Guarujá seu informativo a qualquer hora. Assuntos locais e de interesse geral.
Atualizamos o blog várias vezes todos os dias para que você tenha a informação em cima da hora.Colabore mandando eventos, matéria,denúncias,textos...tudo que possa interessar à comunidade do Guarujá.

CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO GUARUJÁ ATACADO E VAREJO

CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO GUARUJÁ ATACADO E VAREJO
CLIQUE E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUINIS DO BRASIL

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Lei Antiálcool 'tira férias' nos bares do litoral norte paulista


Fiscalização deve ser intensificada a partir de amanhã nas praias

TALITA BEDINELLI
ENVIADA ESPECIAL A SÃO SEBASTIÃO


Dois dias antes de passar a ter uma fiscalização mais intensa da Lei Antiálcool -que proíbe o consumo e a venda de bebidas alcoólicas para menores de 18 anos- o litoral norte de São Paulo ainda sofre com o descumprimento da nova legislação.
Folha percorreu ontem as praias de Maresias, Camburi, Boiçucanga e Juqueí, todas em São Sebastião, e flagrou irregularidades como a mistura de bebidas alcoólicas e não alcoólicas na mesma geladeira, falta de placas de que o consumo por menores é proibido e até adolescentes comprando cerveja sem apresentar documentos.
FALTA DE ORIENTAÇÃO
Comerciantes disseram que o problema foi gerado pela falta de orientação. Todos afirmaram não ter recebido visitas das blitze educativas, que aconteceram antes da lei vigorar, em 19 de novembro.
"Estou esperando os fiscais me entregarem o selo [indicativo de que a venda para menores é proibida], afirmou Carlos de Oliveira, gerente operacional de um supermercado em Maresias.
Mais ao lado, uma adega que fica em uma das ruas mais badaladas da praia, também não tinha o selo e, na geladeira, cervejas e vodcas estavam misturados com refrigerantes e água.
"Não pode é? Ninguém aqui sabia disso", disse Kelly Moreira, gerente do local.
O mesmo problema foi visto em padarias, vendas, açougues e bancas de jornal.
Em Juqueí, a Folha flagrou adolescentes comprando cervejas em um carrinho de praia. Apesar de todos aparentarem ter menos de 18 anos, nenhum documento foi pedido pelo comerciante.
A partir de amanhã, a fiscalização será mais rigorosa. O número de fiscais subirá de 16 para 76 na região. Denúncias podem ser feitas pelo telefone 0800-771-3541.

Nenhum comentário: