Faça do SOS Guarujá seu informativo a qualquer hora. Assuntos locais e de interesse geral.

Faça do SOS Guarujá seu informativo a qualquer hora. Assuntos locais e de interesse geral.
Atualizamos o blog várias vezes todos os dias para que você tenha a informação em cima da hora.Colabore mandando eventos, matéria,denúncias,textos...tudo que possa interessar à comunidade do Guarujá.

CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO GUARUJÁ ATACADO E VAREJO

CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO GUARUJÁ ATACADO E VAREJO
CLIQUE E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUINIS DO BRASIL

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Feira de Adoção de Animais em Guarujá começa neste final de semana

Bem Estar Animal
 


A feira tem início neste sábado (7) e termina no dia 26 de fevereiro,
sempre aos sábados e domingos, das 14 às 20 horas
 
No que depender da Prefeitura de Guarujá, 2012 será o ano de um novo lar para os animais que hoje se encontram na Divisão de Controle de Zoonoses (Canil Municipal). Com esse objetivo, o Município realiza, por meio da Coordenadoria de Bem Estar Animal, a Feira de Adoção de Animais.
 
O evento começa neste sábado (7) e prossegue até o dia 26 de fevereiro, sempre aos sábados e domingos, das 14 às 20 horas. A Feira acontecerá na Praça dos Expedicionários (Avenida Marechal Deodoro da Fonseca, 591 – Pitangueiras). Estarão à disposição cães e gatos adultos, prontos para ganhar um novo lar.
 
De acordo com a coordenadora de Bem Estar Animal, Debora Moraes Frik, o objetivo da feira não é apenas dar abrigo aos animais que necessitam de carinho, mas também atentar aos futuros donos sobre a posse responsável. “É preciso que quem adote um animal tenha consciência e responsabilidade de que eles necessitam de tempo, atenção e cuidados”.
 

PREFEITURA DE GUARUJÁ – Assessoria de Imagem e Comunicação Pública – Tel.: (13) 3308-7470
Jornalista responsável: Karina Praça (MTb. 43.955) – Redatora Universitária: Luane Fratelli

5 comentários:

henrique_ogata disse...

No último domingo (15/1) eu e minha família passeavamos por guarujá (pois moramos em Santos) quando nos deparamos com a tal feira de adoção.
Já estavamos pensando em comprar um filhote, mas com o orçamento apertado, ainda não haviamos o feito. Como já havia o interesse, não pensamos duas vezes e fomos visitar os filhotes da feira.
Nos apaixonamos por um filhotinho, bem pequeno e como o aniversário de meu filho mais novo estava próximo, pensamos que poderíamos adotar aquele filhote como um "presente" para nosso "filhote".
Conversamos com os voluntários que alí estavam e perguntamos sobre o animalzinho.

henrique_ogata disse...

No último domingo (15/1) eu e minha família passeavamos por guarujá (pois moramos em Santos) quando nos deparamos com a tal feira de adoção.
Já estavamos pensando em comprar um filhote, mas com o orçamento apertado, ainda não haviamos o feito. Como já havia o interesse, não pensamos duas vezes e fomos visitar os filhotes da feira.
Nos apaixonamos por um filhotinho, bem pequeno e como o aniversário de meu filho mais novo estava próximo, pensamos que poderíamos adotar aquele filhote como um "presente" para nosso "filhote".
Conversamos com os voluntários que alí estavam e perguntamos sobre o animalzinho.

henrique_ogata disse...

Nos apresentaram a pessoa que era "responsável" por ele no abrigo e a mesma, muito simpática e prestativa nos deu várias informações.
Primeiro perguntamos por que ele estava tão quietinho e magro e a mesma disse que ele era assim pois sofreu um trauma grande e nos contou uma história triste que nos fez querer ainda mais levá-lo para casa.
Perguntamos sobre vacinas e vermífugos e a mesma nos disse que ele ainda não havia tomado vacina e que deveríamos arcar com isso. Quanto ao vermifugo, ela disse que estava tudo OK.
Depois perguntamos a idade onde nos passaram que ele não teria mais que 45 dias.
E por fim perguntamos o que deveríamos fazer para adota-lo.
Assinamos um termo, onde nos comprometemos em cuidar bem dele. A senhora que nos deu esse termo ( que acredito ser a Sra Débora M. Frik - coordenadora do evento) , frisou várias vezes que deveríamos cuidar bem dele e nos fez várias perguntas sobre onde morávamos e como pretendíamos cuidar dele. Nos perguntou se teríamos paciencia para cuidar e se não largaríamos ele qdo ele crescesse.
Nos disse também que ele deveria tomar 3 doses de vacina e que a primeira a dose a coordenadoria de bem estar animal o faria sem custos. Inclusive escreveu o nome da vacina que ele tomaria (V8 ou V10).
Dessa forma trouxemos o animalzinho para casa e no meio de festa meu filho de 3 anos o batizou de Lubi.
No mesmo dia compramos ração e aparatos para acomoda-lo em nossa casa. Montamos todo um esquema para que ele não ficasse para fora de casa isolamos a cozinha para acomoda-lo.

Foi paixão a primeira "lambida" , meus filhos o adoraram e ficaram felizes por terem o Lubi como bichinho de estimação.
Começamos a nota-lo estranho. No primeiro dia em casa ele comeu um pouco ficava apatico o dia todo. Achavamos que isso acontecia pois ele passava a noite acordado e latindo, até que algu´me fosse lá fazer companhia.
Logo depois começou a diarréia e o mesmo não comia mais a ração e não bebia agua.
Quando Liguei para a coordenadoria de bem estar animal para saber da vacina, me informaram que eles não dariam nenhuma vacina de graça e que a única que poderiam fazer era a contra raiva que estava em falta. (PRIMEIRA DECEPÇÃO!!!)
Depois disso o levei a uma veterinária (Dra. Maryanny Moraes Torre) para saber da vacina, e foi lá que tive uma grande decepção. A mesma me informou que o cão não podia ser vacinado pois estava anoréxico e desidratado) e se o fizesse o mesmo não suportaria.
Devido ao estado do Lubi e dos sintomas a veterinaria deu uma dose de vermifugo e receitou uma vitamina para apetite.
O vermifugo começou a fazer efeito e descobrimos que o cãozinho não havia sido vermifugado!!!!
Mesmo tomando a vitamina, o Lubi continuou não comendo e mais uma vez o levei até a veterinária.
O cão está evacuando mole e com traços de sangue e continua a não comer.
A veterinária aplicou soro e uma série de vitaminas ( Ringer Lactato+glicose+complexo B+Vitamina C+ Trissulfin injetável+Plasil e Rotidina.

henrique_ogata disse...

O Lubi voltou para casa um pouco melhor!!!
Hoje, enquanto trabalhava, minha esposa me ligou, dizendo que o cãozinho estava mal e que evacuava com traços de sangue e estava apático.

henrique_ogata disse...

Então eu me pergunto: - Quanto tempo de vida esse animalzinho terá!?
-Quanto mais eu terei que gastar para tentar salvá-lo!?
-Como eu explicarei para meu filho de 3 anos que o Lubi chegou em casa doente?
-Que trauma isso pode causar em meu filho?

Será que essa feira tem como principal objetivo o "bem estar animal" ou voces querem "EMPURRAR" a responsabilidade dos animais para as pessoas que adotam?!
Digo isso, pois como citei, meu orçameto é apertado e com certeza não terei condições de bancar todos os custos para o tratamento do cão e o mesmo está sofrendo e pode até morrer!!!!
Não acho certo colocar animais que não gozam de saúde para adoção, pois os mesmos serão entregues a familias que muitas vezes não terão condições de dar cuidados especiais e provavelmente perderão seus bichinhos.
Portanto, exijo que a prefeitura de Guarujá, seja mais criteriosa na escolha dos animais que serão encaminhados para adoção e que no mínimo, ajude-me a salvar meu cãozinho!!!!

Aguardo um retorno

Henrique Ogata