Faça do SOS Guarujá seu informativo a qualquer hora. Assuntos locais e de interesse geral.

Faça do SOS Guarujá seu informativo a qualquer hora. Assuntos locais e de interesse geral.
Atualizamos o blog várias vezes todos os dias para que você tenha a informação em cima da hora.Colabore mandando eventos, matéria,denúncias,textos...tudo que possa interessar à comunidade do Guarujá.

CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO GUARUJÁ ATACADO E VAREJO

CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO GUARUJÁ ATACADO E VAREJO
CLIQUE E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUINIS DO BRASIL

sábado, 10 de março de 2012

Maria Antonieta deve falar pela 1ª vez sobre assassinato neste domingo De A Tribuna On-line

A prefeita de Guarujá Maria Antonieta de Brito (PMDB) deve falar neste domingo, pela primeira vez, após o assassinato o ex-secretário executivo de Coordenação Governamental da Cidade, Ricardo Joaquim de Oliveira. Ela chegou ao Brasil na manhã deste sábado, vinda dos Estados Unidos, onde participava de um curso de gestão pública. Até o momento, a Prefeitura apenas emitiu comunicados lamentando a morte do ex-assessor.



No desembarque no Aeroporto de Cumbica, em São Paulo, Maria Antonieta foi recebida por membros do Governo que fazem parte de um grupo de confiança, composto por secretários, vereadores e integrantes do partido.

Fontes próximas à prefeita afirmam que ela teria feito uma breve reunião, ainda no aeroporto, para delinear os próximos passos políticos e diretrizes municipais após o homicídio, na quinta-feira à noite, daquele que era considerado o homem forte de sua gestão. 

Ainda do aeroporto, Antonieta teria feito ligações para várias lideranças políticas da região e também para membros do Governo do Estado.

Maria Antonieta e Ricardo Joaquim vinham recebendo ameaças de morte desde o fim do ano passado e já haviam solicitado formalmente à Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) uma proteção especial.



Por enquanto, uma das certezas do delegado é a de que a execução foi cometida de modo profissional


Família não fala

No dia seguinte ao sepultamento de Ricardo Joaquim, a família foi procurada, mas não quer falar sobre o caso. A Tribuna esteve no edifício onde ele morava, em Guarujá, na tentativa de falar com a viúva do ex-secretário. Mas o irmão dela atendeu a imprensa, informando que ela não comentaria o assunto. 

A irmã do ex-secretário, que mora em Santos, também foi procurada, mas não foi encontrada.

O crime 

Ricardo Joaquim foi morto com ao menos cinco tiros durante uma reunião improvisada do PPL em um imóvel na Rua Mário Silveira, 305, no Jardim Conceiçãozinha, na quinta-feira, por volta das 20 horas. 

Um homem com capacete e uma pistola calibre 45 na mão invadiu o local e, em meio a dezenas de partidários e filiados, se aproximou da vítima e disparou contra ela, que não conseguiu fugir. O revólver é de uso exclusivo das Forças Armadas.

Carlinhos da Prainha, o vice-presidente do PPL, também foi atingido por um dos tiros. Ele está internado no Hospital Santo Amaro.

Para a Polícia Civil de Guarujá, o crime foi premeditado e possivelmente encomendado. Mmas nenhuma hipótese – acerto de contas, relação política ou até mesmo algum desafeto pessoal – foi descartada.

Nenhum comentário: