Faça do SOS Guarujá seu informativo a qualquer hora. Assuntos locais e de interesse geral.

Faça do SOS Guarujá seu informativo a qualquer hora. Assuntos locais e de interesse geral.
Atualizamos o blog várias vezes todos os dias para que você tenha a informação em cima da hora.Colabore mandando eventos, matéria,denúncias,textos...tudo que possa interessar à comunidade do Guarujá.

CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO GUARUJÁ ATACADO E VAREJO

CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO GUARUJÁ ATACADO E VAREJO
CLIQUE E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUINIS DO BRASIL

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Em Guarujá, Operação Verão fiscalizará irregularidades Fiscais e guardas civis municipais se integram para garantir segurança a munícipes e turistas durante a estação mais quente do ano


Operação Verão

Dentro das atividades de segurança que integram a Operação Verão para a temporada de 2014, a Guarda Civil Municipal de Guarujá – GCM, junto com a Secretaria de Finanças escalou uma equipe de fiscalização para o ordenamento do espaço público.
Serão 40 fiscais que unirão forças aos guardas municipais por meio do monitoramento e fiscalização nos principais pontos da Cidade e em todos os períodos do dia. “Trabalharemos no sentido de manter o sossego e a ordem do espaço público. A fiscalização será realizada a partir de estudos prévios de situações irregulares que foram registradas anteriormente”, explica o fiscal e coordenador dessa operação,             Fábio Tedesco.
Dentre as principais atividades que integram a operação, haverá fiscalização de vans e ônibus de turismo para controlar que os veículos estacionem em locais proibidos. O controle será feito, principalmente, aos sábados, domingos e feriados, quando há grande movimentação na Cidade. Neste caso, interessados em vir para Cidade de Van ou ônibus, precisam ter convênio com o setor de comércio como quiosques, restaurantes ou pousadas, para que estes solicite uma autorização ao setor de fiscalização. Feito isso, será emitido uma autorização que terá que ser fixada no painel do veículo, para que este possa entrar na Cidade, sem essa autorização, os automóveis serão multados e guinchados.               
Outra fiscalização que será intensa é com a prática irregular com jetski. É dever dos agentes municipais fiscalizar condutores de jetskis sem a habilitação de Arrais, inibir o abastecimento das embarcações na faixa de areia, proibir o estacionamento desses veículos na areia, além de cuidar da segurança e do trânsito. Os guardas acionam os órgãos competentes quando necessário.
O Município também terá outras fiscalizações. Isso inclui desde observar se comerciantes estão agindo de acordo com suas licenças até monitorar o comportamento de quem pratica esportes em locais e horários irregulares. Fiscais auxiliarão, estabelecendo horários e locais apropriados para jogos de futebol e frescobol, entre outras normas, além de advertir a presença de animais e ambulantes irregulares na areia.

PREFEITURA DE GUARUJÁ – Assessoria de Imagem e Comunicação Pública - Tel.: (13) 3308-7470
Jornalista responsável:
 – Redatora Universitária: Lívia Duarte20 de dezembro de 2013 Finanças e Defesa Social – Em Guarujá, Operação Verão fiscalizará irregularidades

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Para a polícia, morte de garçom pode estar relacionada ao tráfico de drogas A Tribuna on-line

Guarujá
N/A
Flávio Anacleto dos Santos foi morto na saída do baile
* Com informações de Bruno Lima
A polícia investiga a morte do garçom Flávio Anacleto dos Santos, de 25 anos, durante um baile funk em Morrinhos, em Guarujá. O crime ocorreu na madrugada desta quarta-feira, durante um baile na Praça Mario Covas, para celebrar a noite de Natal.

Logo após o crime, a polícia esteve no local e não encontrou testemunhas. Mas, ao lado do corpo de Anacleto, foi encontrada uma garrafa de vidro parcialmente quebrada, o que pode indicar que o garçom tenha se envolvido em uma briga com o autor dos disparos.
A vítima, que foi executada com quatro tiros na cabeça, tinha passagens por tráfico de entorpecentes em 2007 e 2012. Por isso, a polícia trabalha com a hipótese da morte ter ocorrido por dívidas de drogas. Por enquanto, ninguém foi preso.
O crime
O baile começou por volta das 23 horas. Centenas de pessoas com bebidas alcoólicas, drogas e fogos de artifício tomaram conta do local.  O crime que tirou a vida do garçom ocorreu às 4h40, numa calçada em frente à praça. Assim que os tiros foram efetuados, houve correria e o criminoso, camuflado na multidão, fugiu sem ser identificado.
Uma viatura do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada. Porém, quando chegaram, os médicos encontraram Anacleto sem vida. O delegado Fabrício Godinho, da Delegacia Sede da Cidade, também esteve na praça, mas não obteve detalhes do assassinato.
As diligências do caso serão realizadas pela equipe de investigação do 2º DP de Guarujá.
Pessoas com informações que possam ajudar a polícia a identificar o assassino podem entrar em contato por meio dos telefones 181 (Disque-Denúncia) ou 3388-6992 (DP Sede de Guarujá). Não é preciso se identificar para fazer denúncias.

Contra roubo, Guarujá proíbe bicicleta na areia

Bandidos estariam utilizando o meio de transporte para realizar assaltos na cidade do litoral paulista
Da Rádio Bandeirantes noticias@band.com.br

A prefeitura do Guarujá, litoral paulista, vai proibir a circulação de bicicletas na areia e no calçadão da cidade para impedir assaltos. A PM (Polícia Militar) e a Guarda Civil dizem que as bicicletas são utilizadas com frequência por bandidos que escapam com rapidez após os assaltos. “Estamos acompanhando os índices criminais e percebemos que, na faixa arenosa, geralmente a bicicleta é utilizada como ferramenta de fuga após eles cometerem os delitos. Então, aqueles pontos onde há maior incidência criminal são onde a gente vai aumentar esse trabalho, integrado com a PM”, disse, em entrevista à Rádio Bandeirantes, a coordenador do projeto, Valéria Amorim.
Ela afirma que os ciclistas só serão aceitos nas ciclovias e ciclofaixas da cidade. Por isso, nesta semana, os agentes da cidade irão fazer o trabalho de orientação. A partir da semana que vem, porém, as bicicletas flagradas na areia ou nas calçadas serão apreendidas. “É uma apreensão administrativa. Para retirar sua bicicleta, a pessoa paga uma multa. Mas o mais importante de tudo é a gente diminuir o risco para as pessoas que estão desfrutando das praias do Guarujá de que elas sejam alvo de roubo, de furto”, diz Valéria. 
Segundo a coordenadora, o foco é a faixa arenosa, mas como o Código de Trânsito Brasileiro proíbe o trânsito de bicicletas nas calçadas, os calçadões também serão alvo da ação da prefeitura. “Então, em cima do código, nós vamos fazer a orientação. E, depois da orientação, será feita a apreensão”. A respeito das praias, as bicicletas não poderão nem ficar estacionadas na areia.
 Valéria diz que as duas principais praias atingidas pela onda de roubos são Pitangueiras e Enseada. A coordenadora, porém, não apresenta dados das estatísticas.
 “Não vai ser uma caça às bicicletas. A gente sabe que é o perfil do Guarujá as pessoas andarem de bicicleta. [As intervenções] serão naqueles pontos em que a gente sabe que as pessoas vão no intuito de cometer delito”, diz a coordenadora.

Triste Guarujá


Boa parte do prazer de olhar o mar, andar no calçadão da Praia de Pitangueiras e curtir essa beleza com que o Guarujá foi presenteada por Deus está se perdendo pelo desprazer de sentir o cheiro de fritura emanado dos carrinhos de comidas, que são verdadeiros restaurantes nas areias.
Esse cheiro se espalha pela areia e atinge os prédios que são barreiras que impedem a dissipação.
Uma ligeira olhada mostra que se vende de tudo na praia sem o menor controle.
É triste olhar para cadeiras e guarda-sóis velhos, rasgados e desbotados, bicicletas largadas na areia, barracas de todos os tipos, de sermos obrigados a que conviver com atendentes mal vestidos que cheiram bebida barata, carros velhos e podres estacionados de qualquer maneira na avenida da praia, e finalmente saber, que tudo isso nos é impingido por pessoas privilegiadas por alvarás distribuídos sem critério, transferências e licenças obtidas por favores políticos e perceber nitidamente que jã não basta dizer que Guarujá não é a mesma.

Está irreconhecível e tristemente nivelada tão por baixo que certamente provocará com o tempo novo êxodo que vai rebaixar ainda mais a outrora Pérola do Atlântico. 

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Balsa colide em atracadouro de Santos e veículos ficam danificados

Uma pessoa ferida


De A Tribuna On-line
Uma balsa que realiza a travessia marítima entre Santos e Guarujá colidiu contra o atracadouro do Desenvolvimento Rodoviário S.A. (Dersa) na manhã desta segunda-feira. Com o impacto, pelo menos sete veículos bateram entre si e ficaram danificados. O acidente também deixou uma pessoa ferida, com escoriações leves. A Marinha do Brasil, por meio da Capitania dos Portos de São Paulo (CPSP), vai investigar o que aconteceu. 
 
Segundo informações do Centro de Operações da Dersa, foi a balsa FB-28 que se acidentou. A embarcação, que tem capacidade para 50 veículos, estava em rota de aproximação para atracar na margem de Santos quando atingiu o cais. O Centro de Operações da estatal informou, extra-oficialmente, que ainda está apurando as circunstâncias do fato. No entanto, afirmou que cinco carros e duas motos ficaram danificadas. 
 
A Capitania dos Portos já enviou peritos ao atracadouro da Dersa. "Preliminarmente, sabemos que houve uma falha nos motores da FB-28", informou o capitão dos Portos de São Paulo, Marcelo Ribeiro de Souza. Segundo ele, a Marinha abriu um Inquérito sobre Acidentes ou Fatos da Navegação para investigar a colisão. "Já solicitamos um parecer oficial, uma carta explicativa, e um laudo que ateste a segurança da embarcação".

No incío da tarde, o atracadouro onde a balsa colidiu foi liberado para o uso de outras embarcações. A FB-28, porém, permanece parada para reparos. 

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Descaso rua pará, enseada‏


Daniela T. (dtordino@terra.com.br)
11:09
Para: falecomodono@hotmail.com
Imagem de Daniela Tordino
olá Marinho
A Rua Pará, na Praia da Enseada, Guarujá, está em estado de abandono total. Buracos enormes, esgoto à céu aberto, muito lixo e inundações a cada chuva. Surtos de carrapatos são recorrentes e com o verão, já podemos aguardar os de dengue. Pagamos uma fortuna de IPTU e não recebemos nada em troca. Já fomos à Prefeitura reclamar diversas vezes e nada é feito. Recorro à imprensa na esperança de que alguma providência seja tomada. A vontade é de parar de pagar o IPTU.
obrigada
daniela tordino

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Muda Brasil!!! Cyomara C.Fonseca



Boa tarde.
Primeiramente quero parabenizá-los pela atitute deste canal de comunicação. Toda cidade merece!
 
Gostaria de saber através de suas publicações o porquê de estar em REFORMA INFINITA o Teatro Municipal Procópio Ferreira?
Faz uns três anos que este teatro está em reforma. Imagine se fosse recuperação de bras de artes ou um teto histórico?Demorariam uns 15 anos... As apresentações de balé estão sendo realizadas em Santos. Para nós pais, causa um transtorno imenso pois precisamos nos deslocar para lá e é difícil até levar outros convidados. Como pode demorar tanto para reformar um teatro tão pequeno?
 
Outra observação negativa da cidade do Guarujá são os inúmeros BURACOS ao longo das ruas e avenidas. Está perigoso para os carros, imagine para as motos e bicicletas? O verão está aí, os turistas chegando e até o momento não vejo movimentação para tampar buracos. Será que a Prefeita não vê isso?
 
E a guarda portuária? Conhecem? Nunca estão onde deveriam. Não ajudam no trânsito do Porto . Quando estão por lá , multam indiscriminadamente. Multam em um caos que deveriam estar ajudando a contornar. São congestionamentos e obras sem retornos. Mas nunca orientam ninguém, pelo contrário, são funcinários imponentes e em total descaso com os motoristas. Um absurdo! 
Muda Brasil!!


Cyomara C. Fonseca
Tels. (13) 7809 5735/ 9132 0293

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Criminosos fazem mais de 30 turistas reféns em pousada de luxo no litoral Quadrilha invadiu pousada e permaneceu no local por cerca de 30 minutos. Grupo de 50 turistas veio de Uberaba e Araxá (MG) e já voltou para casa.

14/10/2013 07h43 - Atualizado em 14/10/2013 07h43


Do G1 Santos
39 comentários
Grupo de turistas volta para Minas Gerais após sofrer arrastão em Guarujá, SP (Foto: Carlos Abelha/TV Tribuna)Grupo de turistas volta para Minas Gerais após arrastão em Guarujá, SP (Foto: Carlos Abelha/TV Tribuna)
Parte de um grupo de 50 turistas que estavam em uma pousada na Praia do Tombo, em Guarujá, no litoral de São Paulo, foi feita refém por uma quadrilha, por cerca de 30 minutos, neste fim de semana. Eles foram obrigados a ficar trancados em um quarto enquanto os assaltantes faziam um arrastão. As câmeras de segurança do estabelecimento gravaram toda a ação. As vítimas são das cidades de Uberaba e Araxá, em Minas Gerais.
O crime aconteceu por volta das 21h20 de sábado (12). As imagens mostram dois suspeitos se aproximando da pousada. A porta é aberta pela recepcionista e um dos rapazes, armado, anuncia o assalto. Outros três entram na seqüência e, alguns minutos depois, a filha da dona chega de moto. Ela percebe que algo está errado, tenta escapar mas é rendida. Em seguida, é a vez do vigia do estabelecimento. À medida que o tempo passa, os hóspedes que haviam saído para jantar são abordados. Entre eles, o motorista, que teve a corrente de ouro, a aliança e o celular roubados e um casal que chegava com os filhos. Enquanto parte dos assaltantes fica na recepção, o resto vai atrás de quem já estava na pousada. Cerca de 30 pessoas foram mantidas trancadas em um quarto.
Depois de 33 minutos, os suspeitos vão embora. Antes, parte do grupo ainda tenta roubar o carro de um hóspede. A dupla só não consegue porque se atrapalha, já que o carro tinha câmbio automático e um sistema de segurança. O grupo de turistas voltou para Minas Gerais na tarde de domingo (13).
Essa é a segunda vez que a pousada, que fica a 300 metros do Batalhão da Polícia Militar e foi aberta há nove anos, é invadida por assaltantes. A primeira foi no feriado de Corpus Christi. Os criminosos também levaram objetos de um casal hospedado. O caso foi registrado na Delegacia Sede de Guarujá. Até o momento ninguém foi preso.

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Ladrões armados realizam arrastão em condomínio de Guarujá, SP

06/10/2013 10h51 - Atualizado em 06/10/2013 10h51


Quatro bandidos renderam o porteiro e invadiram o local.
Três assaltantes foram presos, entre eles, um menor de idade.

Do G1 Santos

Um grupo de quatro ladrões armados realizou um arrastão em um condomínio localizado no Cantão do Tortuga, na praia da Enseada, em Guarujá. A ação aconteceu na tarde do último sábado (5).
Segundo a polícia, eles conseguiram render o porteiro e invadiram o local. Os criminosos conseguiram entrar e assaltar cinco apartamentos. Um deles fugiu utilizando o carro de um dos moradores, mas abandonou o veículo a poucos metros dali.
Os outros três bandidos fugiram a pé, mas foram presos. Um deles é menor de idade. A polícia ainda conseguiu recuperar todos os pertences que haviam sido roubados.

sábado, 5 de outubro de 2013

Outubro Rosa Fundo Social mobiliza população para o desfile de moda Jequiti Fashion Day


 
O evento acontece em 12 de outubro e toda comunidade pode participar
 
O Fundo Social de Solidariedade de Guarujá está mobilizando a população para participar do desfile de moda Jequiti Fashion Day, que integra o cronograma de atividades do movimento “Outubro Rosa” na Cidade. O evento será em 12 de outubro, às 16 horas, no Shopping Jequiti, responsável pela promoção do evento, em prol do Instituto Neo Mama de Combate e Prevenção ao Câncer de Mama. A comunidade pode participar mediante a doação de peças em benefício dos atendidos pela instituição.
 
Para assistir ao desfile e colaborar com a causa, o Fundo Social pede que as pessoas doem lenços, bonés, chapéus, perucas e sutiãs de bojo e troquem por ingressos de participação no desfile. Cada peça equivale a um ingresso. A troca deve ser feita em dois pontos, no Fundo Social de Solidariedade de Guarujá (Rua Cavaleiro Nami Jafet, 549 – Centro) e na loja Jequiti Cosméticos, no Shopping Jequiti (Avenida Marjory da Silva Prado, 1.100 – Praia do Pernambuco).
 
O movimento “Outubro Rosa” é conhecido internacionalmente pela luta de prevenção ao câncer de mama. A cor remete ao laço rosa utilizado para marcar a mobilização e estimula a participação do poder público, sociedade civil, empresas, instituições e terceiro setor na causa. Além do laço, as cidades costumam iluminar com a cor fachadas de prédios (públicos ou privados) para chamar atenção da população sobre o assunto.
 
A Prefeitura irá iluminar de rosa a réplica do Farol do Itapema na entrada de Vicente de Carvalho, as fachadas da Fortaleza da Barra Grande, dos Paços Municipais Moacir dos Santos Filho e Raphael Vitiello e do Fundo Social de Solidariedade. A Câmara Municipal e o Shopping Jequiti também terão a sua entrada com a iluminação da mesma cor.
 
Outubro Rosa – O movimento “Outubro Rosa” teve início em 1997, nos Estados Unidos. Seu objetivo é conscientizar a população sobre a importância de prevenção ao câncer de mama e os governos a realizarem campanhas de prevenção, sobretudo em relação ao autoexame. Ao longo dos anos, a mobilização ganhou o mundo e a iluminação de pontos turísticos na cor rosa se tornou uma marca da ação.

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Praia Pernambuco virou praça de guerra‏


Francisco (flvillano@uol.com.br)
24/09/2013
Para: falecomodono@hotmail.com
Imagem de Francisco
 
----- Original Message -----
From: Francisco
Sent: Wednesday, September 18, 2013 3:31 PM
Subject: Praia Pernambuco virou praça de guerra

 
Ãtenção Sra Prefeita de Guarujá
Possuo casa na Praia Pernambuco há 21 anos e nos ultimos 3 (tres )anos ,não consigo mais frequentar minha casa,pois os assaltos estão insuportáveis,ocorrem de dia ,de noite ,destroem cercas eletricas,entram pelo telhado,quebram portas ,janelas,e ocorrem quer voce esteja ou não na residencia.Já falei por diversas vezes com o Delegado Titular Dr.Claudio Rossi,por nada de novo aconteceu.Durante todo o tempo que frequentei essa Praia NUNCA vi um único policial militar,o abandono é TOTAL.Estou com 78 anos e não tenho armamentos para enfrentar essa bandidagem.Sou sócio da SABPP que não tem poder de policia e nada podem fazer.Coloquei a casa à venda e não há compradores,que segundo os corretores  sumiram,tamanho o gráu de roubos e assaltos.
Solicito à Sra. Prefeita se a prefeitura possui algum tipo de suspenção ou eliminação de IPTUs,dada  a minha idade e ser esse meu único imóvel,sendo inviável morar nesse local.
Apreciaria uma resposta da Sra.Prefeita,pois estou evitando expor esse drama na imprensa ,que sómente vai invergonhar prefeito e governador e afastar turistas.
Estarei aguardando com muita ansiedade uma resposta favorável à minha solicitação.Inumeros vizinhos já abandonaram suas residencias,onde os vandalos roubam de tudo,inclusive torneiras e hidrometros,o que é uma vergonha.
Atenciosamente
Francisco Luiz Villano
Rua das Orquideas n 400 Praia Pernambuco
Cadastro:3-0604-010-000
Email:flvillano@uol.com.br

Prefeitura vai intermediar negociação entre permissionários e SPU


De A Tribuna On-line
A Prefeitura de Santos vai intermediar a negociação entre os permissionários da orla e a Secretaria de Patrimônio da União (SPU), quanto à medida do órgão federal que prevê multas a ambulantes, permissionários e condomínios que deixarem cadeiras de praia e guarda-sóis expostos sem a presença de clientes. 
 
A primeira reunião entre as partes acontece na próxima terça-feira, às 10 horas, na sala de situação do Paço Municipal. Deverão participar o coordenador da SPU na região, Sérgio Martins, e a comissão formada por 11 representantes da categoria, além do chefe do Departamento de Fiscalização de Mercados e Comércio Viário, Wilson Rosa, e do ouvidor Flávio Jordão. Os ambulantes defendem a limitação de um número de objetos que possam ser montados sem que haja penalidades.
 
A medida, que entra em vigor em novembro, prevê multas a partir de R$ 30,00. O valor será cobrado por metro quadrado de areia utilizado indevidamente, já que a reserva de espaço é uma contravenção prevista em duas leis federais. 
 
Em cerca de dois meses, a Secretaria de Patrimônio da União (SPU) iniciará uma força-tarefa para combater a prática em Santos, São Vicente e Guarujá. 
 
A colocação de cadeiras de praia e guarda-sóis nas areias é comum nas três cidades. Além dos ambulantes, que oferecem o serviço e expõem os equipamentos, hotéis e condomínios se apropriam de trechos da praia para reservá-los a hóspedes e moradores. 
 
De acordo com o coordenador da SPU na região, Sérgio Martins, a lei do gerenciamento costeiro, nº 7.661, determina que as praias sejam completamente livres de construções e estruturas em toda a sua extensão. Já a lei nº 9.636 regula a administração de imóveis da União. 
 
Força-tarefa será realizada para combater a prática em Santos, São Vicente e Guarujá
Força-tarefa será realizada dentro de dois meses, para combater a prática em Santos, São Vicente e Guarujá

domingo, 1 de setembro de 2013

Guarujá é uma cidade abandonada e a Praia da Enseada a campeã do desleixo.

Quem anda pela Praia da Enseada no Guarujá tem a exata dimensão do que significa nivelar por baixo uma cidade.
Os quiosques declaradamente ilegais, assim tidos pelo Ministério Público, pela Pefeitura e Pelo Serviço do Patrimônio da União, não têm esgoto nem banheiros,presumindo-se que seus frequentadores aceitam a promiscuidade de fazer as suas necessidades fisiológicas na praia ou em algum canto do matagal que outrora foi jardim.
As lojas das ruas principais do bairro estão, na sua maioria vazias numa prova de que o comércio regular não tem vez e que os oportunistas que se estabelecem na temporada rapidamente debandam depois de pegar seu butim e nada deixar de proveitoso ou de contribuição à mão de obra da cidade.
Nem se fale das bicicletas nas calçadas e nas areias da praia.
É fácil ver o descaso da administração com uma das praias mais bonitas da cidade e quiça do Estado.

Não se vê um trombadinha. Só  hordas deles!

sábado, 24 de agosto de 2013

Guarujá implanta Programa de Recuperação Fiscal


O Refis é uma proposta da Prefeitura aprovada pelo Legislativo. Os inadimplentes podem aderir ao Programa até o dia 15 de novembro de 2013

Mais um compromisso assumido para esse segundo mandato, foi cumprido pela Administração Municipal. A Prefeitura de Guarujá implantará a partir do dia 27 de agosto o Programa de Recuperação Fiscal (Refis). O Projeto de Lei Complementar (PLC) do Executivo foi aprovado pelos vereadores de Guarujá e possibilita aos cidadãos inscritos na Dívida Ativa, e que têm débitos com a Prefeitura, o parcelamento do montante em até 10 anos, com desconto em juros e multas.

Os munícipes poderão renegociar suas dívidas relativas tributações geradas até o dia 31 de dezembro de 2012 – ou seja, que não equivale a dívida corrente desse ano. Estão incluídos no Refis o Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU), Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), taxas e contribuições de melhoria, contemplando pessoa física e jurídica.

Hoje a dívida ativa do Município chega a ordem de R$2,5 bilhões — o que equivale a dois orçamentos e meio — 45% desse valor equivale a juros e multas. Por isso, a lei de incentivo e refinanciamento de dívidas tem o objetivo de atender os inadimplentes entre 10 e 20 mil reais que representam 90% das dividas. Importante lembrar que o Refis está aberto para dividas de qualquer valor, porém a opção de pagamento em 120 meses é destinada as dividas a partir de R$50 mil.

“A lei é igualitária, mas é importante ressaltar que ela beneficia os pequenos devedores, com a dívida entre até 20 mil, que contam com incentivos maiores, e representam mais de 90% dos devedores da dívida ativa”, explica o secretário de Finanças, Armando Palmieri.

O prazo para adesão ao REFIS é até o dia 15 de novembro de 2013. O requerimento de adesão ao Programa será disponibilizado no site da Prefeitura de Guarujá – www.guaruja.sp.gov.br , assim como instruções, requisitos e relação de documentos necessários. Os interessados que não têm acesso a internet, poderão procurar os postos públicos (veja a lista a seguir), que estarão em funcionamento a partir do dia 02 de setembro, onde haverá pessoas para auxiliar com o requerimento.

A partir do preenchimento do formulário serão gerados boletos para pagamento prévio. Uma comissão será instituída para avaliar os requerimentos e documentação apresentada, caso o REFIS não seja aprovado os valores pagos por meio dos boletos serão descontados da dívida.

Com REFIS, os contribuintes poderão contar com prazos e incentivos que facilitam a quitação da dívida. Vale lembrar que por parte do proprietário a certidão negativa significa entre outras coisas a garantia do imóvel, financiamento de reforma ou até mesmo a venda.

Entendo o REFIS
a) para o pagamento em até três parcelas, a multa será excluída e os juros reduzidos em 80%;
b) para o pagamento em até 12 parcelas, a multa terá desconto de 50% e os juros em 60%
c) para o pagamento em até 24 parcelas, a multa terá desconto de 30% e os juros em 50%;
d) para o pagamento em até 30 parcelas, a multa terá desconto de 20% e os juros em 40%;
e) para o pagamento em até 60 parcelas, a multa terá desconto de 10% e os juros em 20%;
f) para o pagamento em até 120 parcelas, não haverá desconto na multa e nem nos juros.

Locais com acesso a internet disponíveis
POSTOS
Endereços

CEACON
Av. Leomil, 630
Centro
Centro de Cidadania V. C.
Rua Cunhambebe, 500
Vila Alice
Divida Ativa (Anexo Fiscal)
Rua Azuil Loureiro, 681
Santa Rosa
CAEC Ver. André Luiz Gonzalez
Travessa 268, s/nº
Morrinhos II
CAEC Cornélio C. Pacheco
Rua do Bosque, s/nº
Maré Mansa
CAEC Cap. Dante Sinópoli
Alameda Dracena, 513
Vila Áurea
CAEC Isabel Ortega de Souza
Av. Manoel da Cruz Michael, 333
Santa Rosa
CAEC João Paulo II
Av. Eng.º Silvio Fernandes Lopes, 281
Pae Cará
CAEC Profª Márcia Regina dos Santos
Av. Mario Daige, 1440
Jardim Boa Esperança

PREFEITURA DE GUARUJÁ – Assessoria de Imagem e Comunicação Pública – Tel.: (13) 3308-7470
Jornalista responsável: Karina Praça (MTb. 43.955) Redatora: Carine Bernardino (57.503/SP)
21 de agosto de 2013. Finanças – Guarujá implanta Programa de refinanciamento de dívida
e-mail: imprensa@guaruja.sp.gov.br