Faça do SOS Guarujá seu informativo a qualquer hora. Assuntos locais e de interesse geral.

Faça do SOS Guarujá seu informativo a qualquer hora. Assuntos locais e de interesse geral.
Atualizamos o blog várias vezes todos os dias para que você tenha a informação em cima da hora.Colabore mandando eventos, matéria,denúncias,textos...tudo que possa interessar à comunidade do Guarujá.

CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO GUARUJÁ ATACADO E VAREJO

CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO GUARUJÁ ATACADO E VAREJO
CLIQUE E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUINIS DO BRASIL

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Viver não é um privilegio que se possa ter escolhido nem um castigo de que se possa escapar.



Ter sido o Papa João Paulo II ou Adolf Hitler, ser o Pelé, Barack Obama ou A Rainha Victoria, viver a vida de Madona ou ter tido os altos e baixos que fizeram de Michael Jackson o maior ídolo pop de que se tem notícia, sem esquecer, é claro, os Beatles, que encantaram as ultimas gerações, os grandes homens e mulheres que marcaram a humanidade não escolheram ter nascido para viver, ter tido glorias ou serem lembrados como assassinos genocidas.
Você nasceu e está vivo lendo essas linhas para cumprir um desígnio. Nascer, viver e morrer, deixando ou não suas marcas, herdeiros e sucessores, ou simplesmente ser mais um dos bilhões ou trilhões de pessoas que já povoaram o mundo que conhecemos, dos quais sabemos um pouco pelo legado cultural, pelas construções faraônicas, pelas guerras e barbáries a que levaram a humanidade, cada um no seu tempo.
Repasso na memória o pouco da história que conheço do Guarujá e nem mesmo o nome de algumas ruas me levam a pessoas que construíram algo e que mereçam essa lembrança. Menos ainda placas, estátuas e menção elogiosa na história.
O Cônego Dom Domênico Rangoni pode ter sido único, pelas obras que construiu. Ele é lembrado pelo maior hospital da cidade, um colégio que ainda hoje ensina aos mais jovens e várias outras obras benemerentes.
E se me lembro de poucos que merecem, sei de cor os nomes dos de todos os prefeitos e de muitos vereadores, desde 1.989, ano em que me mudei para o Guarujá, que administraram a cidade e a transformaram no que ela é hoje.
Um amontoado de favelas, milhares de pessoas que não obtém escola para seus filhos nem amparo na doença e na velhice para seus entes queridos, bairros inteiros que alagam.
Guarujá só é lembrado positivamente pelas belezas naturais, que temo, não resistirão ao descaso à maldade dos que a administram.
 Viver não é um privilegio que se possa ter escolhido nem um castigo de que se possa escapar.
Pense nos políticos que o Guarujá teve e repasse mentalmente o que eles fizeram de bom, o que deixaram de fazer e verá que ser chamado de mau administrador, venal e canalha, não é um castigo de que se possa escapar.
É difícil, quase impossível, ter orgulho, de ter sido político de Guarujá.

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Todo mundo falando da Yoani Sánchez, todo mundo preocupado com a democracia. E o Guarujá, que se foda!

No verão, moradores de rua rumam ao litoral


Praias paulistas oferecem temperaturas mais agradáveis para dormir ao relento e menos riscos de ataques
RICARDO HIAR
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA,
EM CARAGUATATUBA

A temporada de verão, que enche de turistas as praias paulistas, atraiu uma série de moradores de rua que deixam São Paulo e outras cidades do Estado rumo ao litoral em busca de calor, segurança, gorjetas mais generosas e maior oferta de comida.
Eles descem a serra de carona ou caminhando, em peregrinações que podem durar até duas semanas.
Como recompensa pela jornada, esperam levar uma vida melhor nos meses em que as ruas e o comércio da praia movimentam mais dinheiro.
A reportagem conversou com algumas dessas pessoas que decidiram passar uma temporada no litoral norte.
Segundo os relatos, as ruas da praia oferecem vantagens, como menor risco de ataques na madrugada e uma temperatura mais agradável ao dormir ao relento.
No litoral, dizem, é mais fácil conseguir comida doada por restaurantes ou turistas.
Aldo de Jesus, 35, diz ter caminhado 15 dias para completar o trajeto entre São Paulo e Caraguatatuba. Chegou à cidade no início de janeiro para passar sua quinta temporada consecutiva na praia.
"Aqui é bem mais fácil conseguir comida e bebida. Também não é difícil conseguir uns trocados olhando carros", afirma o andarilho.
Também vinda de São Paulo, Amanda Lima dos Santos, 27, chegou antes do Natal à Caraguatatuba com o namorado Elvis Souza, 33, e não tem previsão de volta. O casal dorme em quiosques da praia. "Aqui tem menos disputa para conseguir um canto para dormir e sempre tem alguém pra oferecer comida", diz ela.
LONGA JORNADA
Everton Machado, 23, saiu de casa há três meses por causa das drogas. De Bauru, no interior paulista, partiu com a ideia de conhecer a praia.
As amizades nas ruas e nos albergues o levaram para bem longe, Campo Grande (MS), onde pintava o rosto e pedia gorjetas nos semáforos. Juntou uns trocados e resolveu seguir para São Paulo. Na rodoviária, um colega morador de rua indicou Ubatuba.
"Falaram que era cidade pequena, muito bonita e que tinha praia. Não pensei duas vezes e fui pra lá", diz, após banho de mar em Caraguatatuba, vizinha a Ubatuba.
Nem todos, porém, encontram o que procuram. Sidnei Ferreira, 53, chegou ao litoral com o objetivo de encontrar trabalho e recomeçar a vida.
Queria emprego com alojamento. Dormiu por um mês numa construção abandonada, sem água e luz, desistiu e voltou para São Paulo, onde buscaria ajuda num albergue.
Conseguiu a passagem para a capital com ajuda da Prefeitura de Caraguatatuba, que dá a assistência aos migrantes da população de rua.

sábado, 16 de fevereiro de 2013

Frank Aguiar após emboscada no Túnel da Vila Zilda no Guarujá


16/02/2013 12h10 - Atualizado em 16/02/2013 12h14


Vice-prefeito de São Bernardo, SP, estava em casa na hora do tiroteio.
Carro dos seguranças que fazem a escolta do cantor foi atingido por 9 tiros.

Do G1 Santos
12 comentários
Frank Aguiar divulga nota e diz que está tudo bem com sua família (Foto: Reprodução/Instagram)
Frank Aguiar posta foto após emboscada
(Foto: Reprodução/Instagram)
O vice-prefeito de São Bernardo do Campo,Frank Aguiar, publicou em uma rede social um esclarecimento sobre a emboscada que seus seguranças sofreram em Guarujá, no litoral de São Paulo, durante a madrugada deste sábado (16).
Segundo o cantor, apenas os seguranças estavam no carro quando um suspeito armado atirou contra o veículo. "Bom dia amigos. Sobre a emboscada de ontem, quero dizer que está tudo bem comigo e com a família. Eu já estava em casa. O que aconteceu foi com os seguranças na volta. Mas está tudo bem com eles. Os tiros não pegaram em ninguém graças a Deus. Essa minha foto, inclusive, é de hoje, há pouco tempo. Uma prova de que está tudo bem conosco", disse Frank Aguiar no Instagram.
O caso
Um veículo da equipe do vice-prefeito de São Bernardo do Campo, Frank Aguiar, foi abordado por um homem armado por volta das 3h deste sábado (16) no Túnel da Vila Zilda, em Guarujá, no litoral de São Paulo. Segundo informações da polícia, o criminoso atirou contra o veículo onde estava a equipe de Frank Aguiar. Após perícia, ficou constatado que nove tiros atingiram o carro, seis no vidro do passageiro e três no parabrisa do lado direito. Ninguém ficou ferido.


Adílson teria parado o carro e procurado abrigo atrás da porta do motorista. O suspeito começou a atirar e, em seguida, Rodrigo também efetuou disparos na direção do agressor. O suspeito correu na direção de um grupo que estava escondido dentro de um matagal próximo ao túnel da Vila Zilda e fugiu.De acordo com a polícia, Rogério Pereira e Adílson Cunha estavam em Guarujá para fazer a segurança pessoal de Frank Aguiar. As vítimas contaram que foram surpreendidas por um homem, possivelmente menor de idade, que apontou uma arma na direção do condutor do veículo.

A ocorrência foi registrada na Delegacia Sede de Guarujá. Uma equipe da polícia fez uma busca nos hospitais da região no intuito de encontrar algum ferido em busca de atendimento médico, mas nada foi encontrado. A arma utilizada por um segurança de Frank Aguiar para atirar contra o suspeito estava regularizada.
Frank Aguiar
O músico piauiense Frank Aguiar foi eleito deputado federal em 2006 pelo estado de São Paulo e, desde 2008, atua como vice-prefeito do município de São Bernardo do Campo, ao lado do prefeito Luiz Marinho. Uma das músicas mais conhecidas do cantor, que ficou conhecido como o 'Cãozinho dos Teclados', é "Mulher Madura (Lavou, tá nova)".

Para ler mais notícias do G1 Santos e Região, clique em g1.globo.com/santos. Siga também o G1 Santos e Região no Twitter e por RSS.

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Prefeitura de Guarujá divulga balanço da Operação Verão 2012/ 2013 Entre a série de ações realizadas, a atividade dos guarda-vidas temporários se estenderá até março



 
A Prefeitura de Guarujá, por meio da Secretaria Municipal de Defesa e Convivência Social, divulga o balanço das ações realizadas na Operação Verão 2012/2013 realizada no Município entre os dias 28 de dezembro do ano passado e 12 de fevereiro deste ano. As informações foram colhidas pela Administração Municipal junto à Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil e Guarda Civil Municipal.
 
Durante este período, o Município contou com o reforço de 400 agentes de segurança, que permaneceram na Cidade até o Carnaval. O secretário municipal de Defesa e Convivência Social, Carlos Antônio da Silva, faz uma avaliação positiva do trabalho e aponta que os policiais militares que participaram da Operação Verão se mostraram com moral elevado pela forma digna, humana e respeitosa com que foram recepcionados em Guarujá.
 
“Houve unanimidade dos policiais em afirmar que Guarujá se tornou a Cidade com a melhor acolhida e na qual o trabalho foi melhor desenvolvido entre todas as cidades que tiveram a Operação Verão. A maioria desses policiais pretende retornar para atuar no Município e já deixou sua inscrição para o próximo ano cadastrada com o comando da PM, em Guarujá”, ressaltou o secretário.
 
De acordo com a Secretaria Municipal de Defesa e Convivência Social, a Polícia Militar (21º BPM-I e reforço para a Operação Verão) atuou com média de 400 policiais por dia na Cidade, tendo policiamento em todas as praias, praças, shows, entradas e saídas do Município. Foram realizadas 30 mil abordagens a pessoas para averiguação. Além disso, 8 mil motocicletas e 4 mil veículos também foram abordados e vistoriados. O serviço contou ainda com a atuação de um pelotão de trânsito.
 
No total, a PM realizou 20 prisões em flagrante por porte ilegal de armas, embriaguez, furto, roubo, uso e abuso de drogas. Além disso, 1.200 pontos de visibilidade tiveram cobertura de viaturas e patrulhamento. A Operação resultou ainda na apreensão de cinco armas de fogo e na recaptura de dois procurados da Justiça, que foram entregues ao sistema prisional.
 
Já em relação ao Corpo de Bombeiros – Guarda-vidas, a Prefeitura contratou 50 guarda-vidas temporários e o Governo Estadual 58, resultando num total de 148 guarda-vidas temporários e bombeiros atuando diariamente na faixa de areia. Foram realizados 178 salvamentos durante a Operação Verão e constatado um óbito de uma criança na Prainha Branca, em janeiro, por descuido da mãe. No Carnaval, não houve afogamentos fatais.
 
De acordo com o secretário, a Guarda Civil Municipal prestou uma enorme contribuição às ações das Polícias Civil e Militar devido ao serviço da Central de Monitoramento, que possibilitou a identificação e prisão de marginais que agiam nas vias públicas e orla.
 
A GCM efetivou centenas de rondas e patrulhamentos no Centro, estacionamentos e praias. A Força-tarefa atuou no controle e contenção de mais de 350 eventos de som abusivo e perturbação de sossego em veículos, comércio, residências e praias. Coube também à Força-tarefa, em conjunto com órgãos policiais, a apreensão de mais de 650 volumes de spray de espuma durante o Carnaval.
 
O projeto “Não se perca de mim”, que identifica crianças nas praias para que elas tenham uma referência caso se percam de suas famílias nas praias, cadastrou 4.600 menores e localizou outros 82, levando-as de volta aos seus pais.
 
A Secretaria encerra a avaliação como positiva, apontando ainda que os patrulhamentos constantes em motos e bicicletas realizados pela GCM em áreas críticas, com visibilidade e resultados que se somam aos das demais forças policiais atuantes no período.
 

PREFEITURA DE GUARUJÁ – Assessoria de Imagem e Comunicação Pública – Tel.: (13) 3308-7470
Jornalista responsável: Karina Praça (MTb 43.955) Redator: Eduardo Caetano (MTb.: 41.408)
 15 de fevereiro de 2013  
Def. e Convivência Social – Prefeitura de Guarujá divulga balanço da Operação Verão 2013 
e-mail: imprensa@guaruja.sp.gov.br

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Dia 17 de fevereiro termina o horário de verão.


Os relógios devem ser acertados, voltaremos os ponteiros uma hora, as noites voltarão a ser mais longas do que os dias e Guarujá deve contabilizar os lucros e perdas de mais uma temporada.
Como sempre, teremos gente dizendo que a temporada foi boa, outros maldizendo os resultados. O certo é que não há estatísticas confiáveis a respeito de nada.
Não se sabe quantas pessoas vieram, qual foi a real ocupação dos hotéis, quantos crimes foram perpetrados e quantos foram denunciados pelas vítimas.
Ninguém fala quanto foi recolhido de ISS pelas várias atrações que ocuparam terrenos públicos, praias e outros espaços da cidade, quanto o município recolheu pela permissão da colocação de publicidade, quantas autuações e apreensões de mercadorias irregularmente comercializadas nas ruas e praias os fiscais fizeram, o que fizeram de fato, dentro das suas atribuições e obrigações, a Vigilância Sanitária e o PROCON.
Certos ou errados, esses números precisam ser fornecidos e auditados e nós precisamos urgentemente deles.
A gente que já está acostumada a ter informações mais ou menos distorcidas, fornecidas para tapar o sol com a peneira, ainda assim teríamos um termômetro, mostrando que a maioria de nós munícipes perdeu muito mais do que ganhou. 
E se isso for verdade, há que repensar e muito a vocação da nossa cidade.
Má fé ou engano, tanto os números quanto as verdadeiras intenções das informações erradas vão ser esquecidos, tal qual história da nomeação do marido, pela prefeita Maria Antonieta de Brito ao cargo de Ouvidor do Município.
Poucos se lembram da nomeação, publicada no Diário Oficial do Município e depois da grita, do caguetador mor do, Manoel Vergara, a prefeita, alegando engano, destituiu da espúria nomeação do marido, que voltou ao posto de Guarda Municipal, consorte, primeiro cavalheiro e segurança. Um moderno “três em um” à La Guarujá.
Ontem grande parte dos comentários no Facebook, era de que o aparato policial que atendeu a cidade já havia sido desmontado e que a maioria dos turistas e veranistas já haviam ido para suas cidades. Ficamos no Guarujá, os moradores, com os problemas de sempre.
Fiquei pensando que já que todo esse povo foi embora e os bandidos, bandidinhos e bandidões ficaram, vai ser menos gente para ser roubada pelo mesmo universo de ladrões, guardadores de carros, vendedores de facilidades e os grandes ladrões de sempre, se é que me entendem...
Mas voltando ao Manoel Vergara, se desse para tirar o rei, que às vezes se instala na sua grande barriga, nós certamente teríamos o melhor Ouvidor do Guarujá.
Ele seria ao mesmo tempo Ouvidor e falador mor. É bem verdade que não se sabe por quanto tempo, porque gente como o Vergara tem vida curta no Brasil. No Guarujá ele é um caso inexplicável de longevidade.
Presenciei ontem um diálogo escrito o Facebook, que deveria servir de documento para a instauração de dois inquéritos.
Um administrativo, na prefeitura, para verificar se a compostura assessora de imprensa e funcionária de confiança da prefeita, Carine Bernardino, estaria na posse das suas faculdades mentais, quando trocou ofensas pesadíssimas com o Manoel Vergara.
Foram palavras de baixíssimo calão. Outro processo, para verificar se não houve de fato grave crime de ameaça, velada ou não, para tentar atemorizar o caguetador mor.
É inadmissível, que alguém que se intitula funcionária de confiança da prefeita, incumbida de ser sua porta voz, se dirija dessa forma a quem quer que seja, com a agravante de ter milhares de pessoas lendo, comentando e lembrando que ela é, repito, funcionária de confiança da prefeita.
Essa moça confunde ser popularesca com mal educada e seu palavreado é incompatível com a de uma jornalista profissional diplomada trabalhando como assessora de imprensa de uma prefeita.
Dia desses eu disse, que o Vergara daria um excelente vereador, porque seria como soltar um bode numa loja de cristais.
Não permitiram. Não deram chance dele concorrer.
Se eu fosse a prefeita nomearia o Vergara Caguetador Mor de Guarujá. Como ela não vai fazer isso, o Vergara vai continuar a ser só caguetador, e isso no caso de não encontrar uma bala certeiramente perdida.

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Conformismo.

Conformismo é a situação em que se encontra um indivíduo que desiste das próprias ideias, dos próprios sonhos, por acreditar que nada pode ser feito com os maus costumes, a falta de lei ou a falta do cumprimento delas.
Albert Einstein escreveu que “O mundo não está ameaçado pelas pessoas más, e sim por aquelas que permitem a maldade.”.
Muitas vezes tenho vontade de parar de escrever da minha revolta contra os que, desconhecendo os limites dos seus direitos, atropelam os do próximo.
É o folgado no trânsito, o vizinho barulhento, são os jovens mal educados por pais conformados com que os filhos não tenham educação, pois eles também não tiveram. 
É muito importante ressaltar uma categoria que acha, só porque ele não se importa com o lixo espalhado nas ruas e o barulho ensurdecedor dos carros que andam com caixas acústicas gigantescas nos porta-malas tocando música da pior qualidade, a gente tenha que aturar essas coisas. Esses indivíduos são o pior da categoria "mal educados", são os ignorantes.
Conformado é o cara que acha que as coisas não podem mudar mas que nada faz para que isso aconteça.
O inconformado é um rebelde que luta e o conformado um prisioneiro da própria incompetência pela falta de ação.
Se você prefere viver preso nas suas limitações, por favor não critique quem luta pela liberdade de viver sob leis que existem e precisam ser cumpridas.

domingo, 10 de fevereiro de 2013

Desculpa, começou mas já vai terminar.




Tem gente que precisa sempre de uma desculpa para ser ela mesma, ser original, ser diferente ou sobressair no meio da multidão.
Alguns usam alguma droga ou só o álcool, que aparentemente e em pequenas quantidades dá coragem e potencializa as ações e emoções.
Estar em grupo dá a falsa impressão de força e poder para uns tímidos e para todos os covardes. Um ajuntamento de pessoas pode ser muito bom quando se propõe a orar ou de alguma forma ajudar a quem precisa. Já um monte de bostas só significa muitos merdas.
Os shows de música, os jogos de futebol e os comícios juntam muitas pessoas que aparentemente têm o mesmo gosto, os mesmos ideais ou só torcem pelo mesmo time.
Vejo aqui dá minha janela a passagem de um bloco carnavalesco onde tem de tudo, inclusive muita gente alegre e animada querendo se divertir.
Mas, como desculpa e para encobrir a própria insignificância seguem juntos os mal educados, os baderneiros, os briguentos. Todos covardes, encobertos por um pequeno grupo da mesma laia, protegidos pelo anonimato da multidão ensandecida pela música muito alta e as danças que lembram rituais mais ou menos cabalísticos.
Eu ia usar a palavra luxuria, mas é tão pobre a proposta desse amontoado de gente, que não passa de pura imitação de “maria vai com as outras” onde o canto é substituído pelos gritos e a dança pelo empurra-empurra.
Percebo que o verdadeiro divertimento começa quando a música para e a multidão se dispersa. Aí um conta para o outro como é difícil pular o carnaval disponível na nossa cidade, quem teve coragem de trazer o celular liga para meia dúzia de amigos e diz que estava “da hora”.
Bom mesmo é poder olhar a festa aqui de cima e dar graças a Deus que terminou.
KKKKKKKKKKKKK

Mal educados hospedados no nono andar do Edifício Monte Hermon na Rua Marechal Floriano Peixoto 45 Fazem verdadeiro escândalo na sacada externa numa gritaria de mal educados ou bêbados, ou ambos, gesticulando para quem olha da própria janela para o triste show. Merece um telefonema reclamando para a portaria do prédio cujo telefone é 3386-7228.

É importante deixar registrado essas ilegalidades porque esse tipo de coisa leva a incidentes muito mais graves e não vão poder alegar desconhecimento dessa baderna.
Possíveis compradores desses apartamentos também deve saber que o síndico não toma providências sendo conivente.

sábado, 9 de fevereiro de 2013

Vergonha!Vergonha! Vergonha! Muito sem vergonha !Veja que agora os carrinhos que são verdadeiras lojas e roupas de praia estão estacionados nas ruas e avenidas bem próximos das lojas. É isso! Guarujá terra sem lei!






Hoje, sábado dia 9 de fevereiro de 2.013 a fiscalização da Prefeitura Municipal do Guarujá recolheu a mercadoria de um carrinho de roupas dos que temos denunciado há cerca de cinco anos.Leia as denúncias que nunca são apuradas.

Como verdadeiras lojas de roupas nas praias do Guarujá, perambulam carrinhos com cangas, biquínis, batas,vestidos,saídas de praia e toda sorte de roupas que não podem ser objeto de venda pelos ambulantes nas praias. Segundo denúncias nunca esclarecidas, esses ambulantes usam xeróx de alvarás com fotos trocadas, falsificados para enganarem a fiscalização e os consumidores. Além de proibidas, as mercadorias muitas delas importadas de países asiáticos, da Índia e da China, seriam produto da entrada ilegal no país.Uma coisa é certa, nenhum dos ambulantes tem Nota Fiscal, não recolhem impostos e munidos dessas licenças que muita gente diz serem falsas ou dizerem respeito à venda de outro tipo de mercadoria como boias, raquetes, esteiras etc. esses sim, artigos de praia de venda permitida. Nesse sábado dia 9 presenciamos a apreensão de um desses carrinhos e suas mercadorias.
Pela tranquilidade demonstrada pelo dono do carrinho, este e suas mercadorias serão liberadas mediante pagamento de pequena multa. É preciso que a polícia, o Ministério Público e a Prefeitura se aprofundem na fiscalização dessa situação pois as reiteradas denúncias feitas pelo nosso blog vão ser incriminatórias da falta de fiscalização que prejudica consumidores e o comércio em geral. Pode ser crime contra a economia popular e contra o fisco.
Por hoje, nossos parabéns aos fiscais que não se intimidaram com as alegações do ambulante ilegam e cumpriram com a sua obrigação.


São mais de 50 lojas de roupas só nas praias de Pitangueiras e Praia das Astúrias

Está bastante claro que a concessão dessas licenças ou a falta de fiscalização, bem como a evidência de que é apenas simulação de comércio ambulante tem por trás da grande estrutura o comércio ilegal, a comercialização de produtos irregularmente introduzidos no mercado, deve ser melhor examinada face o pagamento de diversos tributos. Muitos dos produtos tem etiquetas de Made in India.
Temos denunciado exaustivamente esse comércio ilegal que DEVERIA ser denunciado pela Associação Comercial do Guarujá e não por nós.
Nessa semana tentaremos entrar em contato com a OAB para verificarmos a possibilidade de responsabilizar tantos quantos deveriam fiscalizar e impedir esse comércio ilegal.

Clique nas fotos para ampliar














































quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Compra de carros na Câmara do Guarujá também é barrada Tribunal de Contas do Estado levantou suspeitas sobre direcionamento da licitação


Fernando Gallo, de O Estado de S.Paulo

Depois da Assembleia Legislativa paulista, ontem foi a vez de a Câmara Municipal do Guarujá suspender uma licitação para compra de carros oficiais. A determinação foi do Tribunal de Contas do Estado, que levantou suspeitas sobre o direcionamento na realização da licitação, que estava marcada para hoje.
Veja também:


O Legislativo da cidade do litoral paulista pretendia adquirir quatro veículos Voyage 1.6 Total Flex e um Jetta Comfortline 2.0 Tiptronic, ambos da Volkswagen, "para uso institucional da Casa".
No edital, não há previsão do valor estimado para a contratação. Pela Tabela Fipe, que expressa preços médios de veículos no mercado, o Voyage custa cerca de R$ 40 mil, e o Jetta, R$ 67 mil, o que totalizaria um valor aproximado de R$ 227 mil.
'Cirúrgico'. Quanto aos quatro Voyage que a Câmara pretendia adquirir, os procuradores anotaram que "o edital crava, em valores exatos, com precisão cirúrgica, o comprimento, a largura, a altura, a distância entre eixos, o compartimento de carga, as rodas, os pneus, capacidade do tanque de combustível e todas as especificações do motor".
O edital é tão específico que determina, por exemplo, que o veículo possua 4,644 metros de comprimento. "É o mesmo que dizer: se o carro não possui o exato tamanho de 4,644 metros, por exemplo, não suportará o interesse do Legislativo".
O edital chega a exigir "chave estilo canivete" e "espelho retrovisor externo com rebatimento automático no lado direito ao engate de ré". Este último é tão raro no mercado que a Volkswagen o utiliza publicitariamente como diferencial dos Voyage.
No caso que levaria à compra do Jetta, há exata coincidência de comprimento, altura, distância entre eixos, compartimento de carga, dimensão das rodas e dos pneus e capacidade do tanque de combustível. Exige-se ainda que o câmbio automático tenha seis marchas, um item raro.
Em nota, a Câmara do Guarujá afirmou que cumprirá a decisão do TCE e aguardará o julgamento do mérito. Questionada sobre o direcionamento do edital, a Casa sustentou: "Dentro do que foi estabelecido como critério de escolha, esses (Voyage e Jetta) eram os veículos que se encaixavam. No entanto, quaisquer modelos de carros podem participar".
A Câmara declarou ainda que os veículos seriam utilizados "no cumprimento das funções institucionais da Casa".