Faça do SOS Guarujá seu informativo a qualquer hora. Assuntos locais e de interesse geral.

Faça do SOS Guarujá seu informativo a qualquer hora. Assuntos locais e de interesse geral.
Atualizamos o blog várias vezes todos os dias para que você tenha a informação em cima da hora.Colabore mandando eventos, matéria,denúncias,textos...tudo que possa interessar à comunidade do Guarujá.

CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO GUARUJÁ ATACADO E VAREJO

CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO GUARUJÁ ATACADO E VAREJO
CLIQUE E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUINIS DO BRASIL

quarta-feira, 27 de março de 2013

Guarujá terá novo acesso para o Porto O anúncio foi feito pela prefeita Antonieta em reunião com o secretário estadual de Transportes, Saulo de Castro, Codesp e empresas portuárias.




Um novo acesso de caminhões aos terminais portuários de Guarujá será construído ainda neste semestre. O anúncio de uma nova entrada de acesso ao Porto, prevista na fase 2 da Perimetral e do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC), foi feito na segunda-feira (25) pela prefeita Maria Antonieta de Brito, durante reunião do Gabinete de Gestão de Crise com a participação do secretário de Estado de Logística e Transporte, Saulo de Castro Abreu Filho.

O Governo do Estado custeará o novo acesso. O secretário garantiu o repasse de recursos, em caráter emergencial, para que a Prefeitura construa o acesso. A Codesp ficará com a obrigação de custear a desapropriação do terreno, que será pago com recursos do PAC 2 .

Ainda na pauta da reunião, foi definido que haverá maior rigor no agendamento dos caminhões que se dirigem ao Porto de Guarujá. Discutiu-se ainda a necessidade de construir pátios reguladores e disciplinar o trânsito na rodovia Cônego Domênico Rangoni, também no trecho de Cubatão.

O Comitê de Gestão de Crise sobre a relação Porto/Cidade, formado pela Prefeitura, Associação Comercial e Empresarial de Guarujá (Aceg), Ecovias, Codesp, Polícia Rodoviária e empresas portuárias, vem se reunindo diariamente desde que começaram os problemas com os caminhões que transportam a safra agrícola 2013, em fevereiro. Na avaliação da prefeita Antonieta, a reunião de segunda-feira foi uma das mais significativas já realizadas para tratar do assunto.

Durante o encontro, houve uma avaliação da Operação Safra, que está atuando desde domingo (24) e que eliminou os problemas de congestionamentos na Via Cônego Domênico Rangoni. O sucesso foi resultado do empenho de todos os envolvidos, mas foi reforçada a necessidade de se respeitar o agendamento para que os terminais não tragam caminhões acima de sua capacidade operacional e provoquem novos congestionamentos na rodovia.

"Quando todos os atores que fazem parte deste problema se comprometem a enfrentá-lo juntos, as soluções vão surgindo. Hoje saimos daqui com a certeza de um novo acesso ao Porto de Guarujá, com o compromisso da Codesp de intensificar o controle sobre o fluxo de caminhões e agendamentos e a decisão de todos em continuar com ‘Operação Safra’ na Rodovia Cônego Domênico Rangoni. São medidas que irão atenuar os impactos, pois a solução definitiva ainda está na conclusão do complexo das perimetrais", disse a Prefeita.


O presidente da Codesp, Renato Barco, esclareceu que o atraso nas obras do viaduto sobre a linha férrea, que irá melhorar o acesso ao Porto, foi em função do excesso de chuvas este ano. A movimentação das composições ferroviárias é apontada como um dos fatores que provocam filas na Rua Idalino Pinez (Rua do Adubo). “E este viaduto será fundamental para evitarmos as filas, pois os caminhões passarão por cima da linha férrea, adentrando ao Porto”, explicou o presidente ressaltando que esta obra será entregue em abril.

Segundo Barcos, no dia 30 de abril será publicado edital para licitação da segunda fase da Perimetral, que deverá ser efetuada em dois anos.

Nova entrada – A solução definitiva para o acesso ao Porto do Guarujá só virá com a conclusão da fase 2 da Perimetral. Porém, a construção do novo acesso ajudará em 40% o tráfego atual de carretas que se dirigem aos terminais. O acesso será em uma área de 50x600 metros, que pertence às empresas Dow Química e Fassina e que será usada para a construção do novo acesso, em nível, ao Porto. O projeto completo, com a ligação da fase 2 da perimetral, prevê um viaduto e a segregação do trânsito urbano.

Na mesma área também poderá ser construído um pátio regulador com 800 vagas. Existem outras duas, também em estudo pela Prefeitura. Uma de 670 mil metros quadrados, situada na margem da Rodovia, na área poligonal de utilidade pública, e outra em área da Codesp, em Guarujá.

Participação – A reunião desta segunda (25) contou com a presença da prefeita Maria Antonieta de Brito e seu vice, Duíno Verri Fernandes; do secretário de Estado de Logística e Transporte, Saulo de Castro Abreu Filho; do secretário de Estado de Desenvolvimento Metropolitano, Edmur Mesquita; do secretário-adjunto de Transporte, Moacir Rosseti; do presidente da Codesp, Renato Barco: do presidente do Conselho de Autoridade Portuária (CAP), Bechara Abdala Pestana Neves; do presidente da Câmara Municipal, Marcelo Squassoni; do presidente da Comissão de Transportes da Câmara, Gilberto Benzi; do vereador Givaldo dos Santos Feitoza; secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Portuário, Adilson de Jesus; Secreta da Prefeitura do Guarujá , Promotoria , Codesp, Ecovias, Aceg, Polícia Rodoviária, Fassina, Cutrale, Santos Brasil/TEV, Cargill/Teag/Teg, TGG, Grieg e Dow Química.

Operação Safra – Funcionando desde domingo (24) em caráter experimental, a Operação Safra, que foi organizada pela Prefeitura de Guarujá e empresas portuárias contou com o apoio da Ecovias, Codesp e Polícia Rodoviária.

Em seus dois primeiros dias de funcionamento a operação teve resultado positivo. Os caminhões que se dirigem aos terminais portuários do Guarujá entraram de forma agendada, ordenada, e os de carga a granel são identificados com placas na parte frontal dos veículos.

A organização da fila começa na rodovia. Os caminhões com carga a granel, tem uma operação de descarga bem mais lenta do que os que operam com containers, por isso usam a fila organizada no acostamento.

A primeira faixa da pista é usada por carretas com containers, produtos químicos e cegonheiros. Os veículos de passeio e ônibus transitam, agora livremente, pela pista da esquerda.

O objetivo é ordenar e agilizar a entrada de caminhões que se dirigem aos terminais portuários da Cidade e que tem provocado filas quilométricas ao longo da rodovia Cônego Domenico Rangoni, desde o início do período da safra agrícola de 2013, no final de fevereiro.

Avaliação –  Em reunião do Gabinete de Gestão de Crise que contou com a participação da Codesp, ACEG, Câmara Municipal, Polícia Militar, Polícia Rodoviária e empresas e terminais portuárias, a prefeita Antonieta fez na noite desta terça-feira (26), no Paço Municipal, mais  uma reunião para avaliar a "Operação Safra", que está sendo realizada desde domingo.

Na avaliação da prefeita Antonieta e dos membros do comitê de crise, apesar um problema pontual ao longo do dia, a operação foi considerada positiva, pois nesta segunda houve um movimento de 3,5 mil caminhões e não houve registro de congestionamento.

A ação será reforçada com o apoio da GCM e Guarda Portuária e segue pela madrugada. A Codesp irá instalar mais uma câmara de vigilância e com isso a Rua do Adubo poderá ser monitorada em toda sua extensão. O caminhão que não estiver sinalizado com a placa do terminal não irá entrar na Rua do Adubo e terá de retornar para a Rodovia.

PREFEITURA DE GUARUJÁ – Assessoria de Imagem e Comunicação Pública – Tel.: (13) 3308-7470
Jornalista responsável: Karina Praça (MTb.: 43.955) – Redator Marcos Miguel França MTb 16.072
27 de março de 2013
Defesa e Convivência Social – Tráfego na Rodovia Conêgo Domenico com a Operação Imrensa@guarujá.sp.gov.br

Nenhum comentário: